Diretor financeiro conta planos para melhorar situação econômica do Corinthians

Diretor financeiro conta planos para melhorar situação econômica do Corinthians

Por Meu Timão

9.0 mil visualizações 62 comentários Comunicar erro

Setor financeiro do Timão busca suprir falta que a receita da Arena Corinthians faz

Setor financeiro do Timão busca suprir falta que a receita da Arena Corinthians faz

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Neste ano, o setor financeiro do Corinthians tem passado por muitos imbróglios, como atrasos de pagamentos de direitos de imagem para jogadores e pendências com empresários. Porém, alguns meses após a mudança de gestão no Parque São Jorge, já é possível perceber algumas melhorias - mesmo que pequenas - na dívida que chegou à casa dos R$ 30 milhões.

Emerson Piovesan, diretor financeiro do Timão, esclareceu que a expectativa é de que o clube se recupere da crise em fevereiro de 2016, quando diversos débitos da atual temporada e do início da próxima serão quitados.

"Imagino que para o ano que vem. Esse ano ainda temos um ano difícil até o final, e vamos ter até fevereiro particularmente que é uma data chave. Por que chave? Pois temos uma série de pagamentos entre dezembro e janeiro, e isso tudo nós fazemos um planejamento financeiro para chegar no fim do ano e ter todo a nossa disponibilidade financeira para honrar compromissos que são altos em dezembro e considerar folha salarial, 13º, férias, e isso tudo tem um volume financeiro grande. Nos preparamos para isso com todas as medidas tomadas para que em dezembro possamos ter isso tudo de uma forma organizada e que honre nossos compromissos", disse Piovesan, em entrevista ao ESPN.com.br.

Um fator importante para essa evolução positiva é o novo setor de marketing, comandado por Marcelo Passos, que tem coordenado as contas do clube com responsabilidade, tentando suprir a falta que a receita da bilheteria e a venda de espaços da Arena Corinthians fazem - visto que são encaminhadas diretamente para o fundo que pagará o estádio. Além disso, não está mais nos planos vender jogadores para cobrir as contas.

"Começamos um processo rigoroso de controle de custos, centralizamos despesas, fizemos uma série de ações em busca de um controle maior e uma redução de custos e despesas. Isso passou por todos os departamentos, inclusive o futebol, e nessa linha conseguimos organizar, disciplinar alguns custos e hoje temos situação mais controlada e melhor", afirmou o diretor.

"Trabalhamos fortemente em outras formas de receita, estamos buscando novas receitas em conjunto com nossa diretoria de marketing. Conseguimos alguns acordos, como a omoplata da camisa, conseguimos o calção, isso tudo são receitas que entraram versus o que tem que sair para pagar as contas", acrescentou.

A respeito do montante que, em março, foi superior a R$ 30 milhões, explicou os recursos do Corinthians. "A gente conseguiu reduzir esses números. Não reduziu tudo, mas conseguimos trabalhar de alguma forma em manter entendimento com todos os nossos passivos", disse. E o diretor financeiro do Timão ainda projetou as necessidades do futuro do clube. "Olha, vai chegar em um extremo que eu vou precisar e vamos buscar recursos, mas por enquanto temos conseguido manter um certo controle. Diria que até o final do ano eu não posso afirmar que me mantenho dessa forma pois posso precisar, mas sempre com os pés no chão", concluiu.

Veja Mais:

  • Árbitro que prejudicou Corinthians diante do Flamengo é escalado para volta das semifinais

    Árbitro que prejudicou Corinthians diante do Flamengo é escalado para volta das semifinais

    ver detalhes
  • Agora capitão fixo do Corinthians, Cássio ergue a taça do hepta, em 2017

    Fim de rodízio? Volante do Corinthians nega conversa de Jair sobre escolha de capitão fixo

    ver detalhes
  • Pacaembu irá receber clássico entre Corinthians e Santos no Brasileirão

    Rival solicita, e Corinthians voltará ao Pacaembu ainda em 2018

    ver detalhes
  • Reservas fizeram uma atividade de um contra um durante boa parte desta terça-feira

    Treino do Corinthians tem ausência de titulares, um contra um dos reservas e goleiros no futevôlei

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Melhores comentários

    Foto do perfil de Eduardo

    Ranking: 139º

    Eduardo 3849 comentários

    por @dadotimao

    Será que o site "meutimao.com.br" não tem uma foto mais atualizada da Arena, precisa ser essa com as arquibancadas móveis ainda?

  • Foto do perfil de Herbert

    Ranking: 2118º

    Herbert 467 comentários

    por @herbertsnp

    Será que o repórter que escreveu a matéria não questionou o cidadão sobre qual é a dívida atual do Corinthians. Dizer que "ainda tem dívida", que "reduziu um pouco" não vale nada. Não serve para nada. Daqui dez anos podem ainda estar falando disso. É igual a dívida com o Garcia: demos a base em troca da dívida, daí vende jogador pra pagar a dívida e, meses depois, a gente vê matéria falando que tem dívida com o cara. Po.rra.. Fala logo qual é o montante cara. O repórter tem que perguntar estas coisas. Se perguntou e o cara não quis dizer os valores, coloca na matéria. Se não perguntou, tá vacilando!

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Thomaz

    Ranking: 205º

    Thomaz 2992 comentários

    62º. por @thomdobando

    Parar de "pagar o Pato" já seria uma boa.

  • Foto do perfil de Herison

    Ranking: 5587º

    Herison 143 comentários

    61º. por @herison.1996

    Acredito que próximo ano o Corinthians vai ter um elenco melhor que esse.

  • Foto do perfil de Ciro

    Ranking: 3º

    Ciro 39006 comentários

    60º. por @ciro.hey

    Já nos livramos da maior parte dos altos salários.. Agora falta só nos livrar de Pato, Love (caro apesar de eu ser um dos raros a acreditar nele), Cristian (outro que tem salário irreal), Dracena (tem mercado e temos zagueiros melhores que ele no elenco), Danilo (salário inflacionado pelos títulos que conquistou e o futebol em queda), Romero e Mendoza (temos garotos melhores na base) e Rodriguinho. Estou falando de quase 2,5 milhões por mês.. Mais de 30 milhões por ano que é pouco menor que o patrocínio master do Corinthians.. Com esse dinheiro e integrando a molecada a base do time profissional podemos trazer ótimos reforços pontuais para o elenco e não desfazer de ninguém importante.. Sem falar que ano que vem temos pouca parte das cotas de TV comprometida e o NR é sempre uma possibilidade..

  • Foto do perfil de cezario

    Ranking: 3409º

    Cezario 273 comentários

    59º. por @nego.cezar

    Tem que colocar a casa em dia msm, um clube com a grandeza do Corinthians não pode ficar nessa situação, tudo bem que tem dinheiro entrando mas está pagando a Arena.

  • Foto do perfil de Marcio

    Ranking: 243º

    Marcio 2652 comentários

    58º. por @marcio.jr

    É tanta contradição por parte dos dirigentes do Corinthians que fica até difícil de acreditar nessas noticias...

  • Foto do perfil de Cláudio

    Ranking: 10º

    Cláudio 22886 comentários

    57º. por @claudioalves

    Maldito Gobbi e Andrés... Afundaram um enorme patrimônio! Porque Andrés? Porque ele nunca saiu e inclusive manda mais que o Andrade.

  • Foto do perfil de Adilson

    Ranking: 40º

    Adilson 10656 comentários

    56º. por @adilsondh

    Quando li a manchete pensei que era a venda do V. Love, Cristian e Dracena que iriam melhorar as finanças do clube, bom de todo modo tá ai uma ideia que iria reduzir 1,280 milhões/mês além de se livrar de 3 reservas de luxo ou seria lixo...

  • Foto do perfil de ALDRIN

    Ranking: 267º

    Aldrin 2514 comentários

    55º. por @nirdla

    Transparência é fundamental. Aproveitar os jogadores formados na base do clube é essencial. Faltam algumas questões que podem fazer a diferença: o NR, a venda dos espaços especiais e o fim das obras na Arena. Outro fator que não sei como ficou diz respeito a REVISÃO E REFORMA DO ESTATUTO DO CLUBE, no quesito Conselheiro. E A MAIOR DE TODAS MUDANÇAS QUE RECLAMO é proibir de Conselheiros e dirigentes do nosso time possam fazer qualquer tipo de negociação envolvendo o passe dos jogadores, principalmente da base - Nada de empréstimo.

  • Foto do perfil de Herbert

    Ranking: 2118º

    Herbert 467 comentários

    54º. por @herbertsnp

    Será que o repórter que escreveu a matéria não questionou o cidadão sobre qual é a dívida atual do Corinthians. Dizer que "ainda tem dívida", que "reduziu um pouco" não vale nada. Não serve para nada. Daqui dez anos podem ainda estar falando disso. É igual a dívida com o Garcia: demos a base em troca da dívida, daí vende jogador pra pagar a dívida e, meses depois, a gente vê matéria falando que tem dívida com o cara. Po.rra.. Fala logo qual é o montante cara. O repórter tem que perguntar estas coisas. Se perguntou e o cara não quis dizer os valores, coloca na matéria. Se não perguntou, tá vacilando!

  • Foto do perfil de Mario

    Ranking: 68º

    Mario 6492 comentários

    53º. por @marioayres

    Ficaria melhor se ele colocasse os valores e para quem o Corinthians deve.