Timão expande Departamento de Análise de Desempenho para categorias menores do futsal

Timão expande Departamento de Análise de Desempenho para categorias menores do futsal

Por Meu Timão

Revelado nas categorias de base alvinegra, Malcom é um dos principais nomes do Timão nesta temporada

Revelado nas categorias de base alvinegra, Malcom é um dos principais nomes do Timão nesta temporada

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians anunciou, nesta segunda-feira à tarde, a criação do Departamento de Análise de Desempenho, uma ferramenta que promoverá uma maior captação de talentos da base do futsal do Parque São Jorge. A novidade foi divulgada em nota pelo site oficial do Timão.

A equipe profissional de futsal do Corinthians já possui um atuante centro tecnológico, que se junta agora ao das categorias de base. O objetivo do departamento é mapear atletas com evidente potencial de evolução, monitorar equipes e jogadores, além de analisar a evolução no desempenho individual e coletivo.

A equipe de analistas é composta por quatro profissionais em contato direto com os treinadores das divisões, semelhante ao trabalho desempenhado pelos integrantes do CIFUT (Centro de Inteligência do Futebol) com o técnico Tite.

A partir deste segundo semestre de 2015, o projeto será iniciado e poderá trazer benefícios a longo prazo ao clube alvinegro, que busca aprimorar o uso das categorias de base no profissional.

Veja Mais:

  • Jogadores da Seleção Brasileira cantando 'Timão Ê Ô'

    VÍDEO: Jogadores da Seleção Brasileira cantando 'Timão Ê Ô'

    ver detalhes
  • Tite concedeu entrevista na Arena nesta segunda-feira

    Tite explica comemoração na Arena Corinthians; Fagner será titular

    ver detalhes
  • Marcelinho Paulista pode voltar ao Timão para comandar cargo na base

    Ex-volante é cotado para assumir gerência da base do Corinthians

    ver detalhes
  • Carlinhos está recuperado de cirurgia no púbis

    Artilheiro da Copinha faz primeiro treino no Corinthians após cirurgia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes