Vagner Love revela papo com meia e médico do Timão antes de ‘dobradinha’

Vagner Love revela papo com meia e médico do Timão antes de ‘dobradinha’

Por Meu Timão

Durante participação em um programa esportivo, Vagner Love revelou os conselhos que recebeu de dois corinthianos 'especiais'

Durante participação em um programa esportivo, Vagner Love revelou os conselhos que recebeu de dois corinthianos 'especiais'

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O profissionalismo do atacante Vagner Love foi amplamente elogiado por comentaristas de futebol nesta segunda-feira. Após sofrer severas críticas e perder a posição para Luciano, o camisa 99 continuou trabalhando e, no último domingo, recebeu a recompensa: dois gols, além do apoio da torcida. Nesta noite, o centroavante revelou que recebeu conselhos de dois corinthianos “especiais”.

“Sim, ele (Renato Augusto) me chamou. Disse: ‘Senta aqui, vamos embora, vai dar tudo certo, você vai nos ajudar, sua hora é agora’. Ele perguntou se eu estava tranquilo, eu disse: ‘Renato, estou’. Fiquei muito triste pelo Luciano, é um menino que eu converso muito e que sabe escutar. Espero que ele possa voltar jogando bem, como ele parou. Mas eu sabia da minha responsabilidade de fazer o gol... Iam continuar falando milhares de coisas. Mas Graças a Deus tive a cabeça no lugar”, revelou Vagner Love durante participação no programa “Bem, Amigos!”, do SporTV.

“Tive até uma conversa com o Joaquim Grava (médico do Corinthians). Ele disse: ‘Não queira fazer mais do que você sabe. Vai ali, escora, vai nos detalhes do campo’. E graças a Deus deu certo. No Corinthians, todos participam. Se conselho fosse bom a gente não dava, vendia (risos). Mas minha mãe me ensinou a escutar e fico feliz por ele”, acrescentou, em tom bem humorado.

Questionado sobre a adaptação ao Corinthians, Vagner foi honesto e lembrou das diferenças técnicas entre o futebol praticado no Brasil e na China, onde permaneceu até o fim da temporada de 2014. “Estava na Rússia, fiquei um ano e meio na China. Não tem a pegada, não tem dinâmica. Você se acostuma a não correr tanto, você acaba relaxando e se acomodando”, explicou.

“Quando eu vim pra cá, sabia que a cobrança ia ser muito grande, eu joguei no rival, no Palmeiras. Então a cobrança aqui é maior. Infelizmente, as coisas não aconteceram como eu queria e a pressão ficou grande. Mas nunca deixei de treinar, sabia que se eu me esforçasse as coisas iam mudar”, completou.

Nesta quarta-feira, Vagner deverá estar em campo no confronto diante do Santos. Após a derrota por 2 a 0 na Vila Belmiro, o Timão necessita reverter o placar dentro da Arena Corinthians para avançar às quartas de final e, quem sabe, sonhar com o tetracampeonato da Copa do Brasil. A partida acontece às 22h.

Veja Mais:

  • Guilherme pode perder clássico em Itaquera

    Opção no sábado, Guilherme vira preocupação para Dérbi; goleiro retorna

    ver detalhes
  • Camacho vai ficar com a família no Rio de Janeiro

    Após perder o pai, Camacho é liberado e está fora do clássico contra o Palmeiras

    ver detalhes
  • Jadson atuou por cerca de 45 minutos e tem chances de pegar o Palmeiras

    Jadson é titular em jogo-treino do Corinthians, mostra desenvoltura e pode ser opção no clássico

    ver detalhes
  • Camacho e o pai Anizio Camacho

    Acidente em casa tira vida de pai de Camacho; mãe e irmão do jogador são hospitalizados

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes