Processo entre Corinthians e lojistas da ‘Poderoso Timão’ chega ao fim; Confira a sentença

Processo entre Corinthians e lojistas da ‘Poderoso Timão’ chega ao fim; Confira a sentença

Por Meu Timão

Franqueados cobravam a SPR e o Corinthians por prejuízos da rede Poderoso Timão

Franqueados cobravam a SPR e o Corinthians por prejuízos da rede Poderoso Timão

Foto: Divulgação

A ação judicial movida por donos das lojas Poderoso Timão contra o clube e a SPR Sports, empresa que administra a franquia, chegou ao fim. Nesta quinta-feira, o juiz Marcos Roberto de Souza Bernicchi, da 5ª Vara Cível de São Paulo, determinou o encerramento do processo após a solicitação do grupo para que não tivesse custos com o imbróglio. A informação é do repórter Diego Ribeiro, do portal GloboEsporte.com.

De acordo com a decisão da Justiça, o caso foi extinto porque "cabe ao autor efetuar o depósito das custas iniciais quando não for beneficiário de gratuidade, como na hipótese presente. O pagamento de custas configura pressuposto de constituição válida do processo". Os lojistas ainda podem recorrer da sentença.

Entre outras polêmicas, a Associação de Franqueados da Poderoso Timão (AFPT) reclama da postura injusta da direção do Corinthians em beneficiar outras lojas na entrega de produtos exclusivos e política de preços. Recentemente, a SPR também foi acusada de usar os fundos destinados à franquia em outros estabelecimentos, inclusive em marcas rivais.

A má administração realizada pela empresa, além do pouco respaldo do Corinthians, fez com que mais de 40 lojas Poderoso Timão fechassem suas portas nos últimos anos. De acordo com o processo, os franqueados aguardavam o ressarcimento dos investimentos feitos para administrar o negócio e indenização por eventuais danos.

A ação judicial foi registrada na 5ª Vara Cível de São Paulo. Caso o clube fosse condenado, teria que pagar uma quantia milionária – que seria calculada pela Justiça - junto com a SPR à AFPT. Para efeito de comparação, cada franquia da Poderoso Timão custa, em média, R$ 450 mil, de acordo com Alexandre Lima, presidente da associação.

Veja Mais:

  • Maycon, de falta, marcou para o Corinthians contra o Red Bull Brasil

    Corinthians marca de falta, mas toma gol no finalzinho e fica no empate com Red Bull

    ver detalhes
  • Transmissão confunde volantes do Corinthians

    TV repete lambança de árbitro e confunde Maycon e Gabriel em lance de gol do Corinthians

    ver detalhes
  • Confira o golaço de falta de Maycon contra o Red Bull Brasil

    VÍDEO: Confira o golaço de falta de Maycon contra o Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Gerente do futebol corinthiano rebateu declaração do jogador depois de negócio envolvendo troca com Atlético-MG

    Alessandro detona postura de Marlone após acerto com Atlético-MG

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes