Corinthians tem atuação de líder e conquista três pontos na Arena Condá

Corinthians Corinthians 3 x 1 Chapecoense Chapecoense

Brasileirão 2015

Corinthians tem atuação de líder e conquista três pontos na Arena Condá

Por Meu Timão

Corinthians venceu em Chapecó e segue firme na liderança

Corinthians venceu em Chapecó e segue firme na liderança

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians foi a campo na tarde deste domingo enfrentar a Chapecoense, na Arena Condá. Precisando mostrar serviço após confirmar a saída da Copa do Brasil durante a semana, a equipe foi quase completa para Chapecó.

A única exceção foi o volante Bruno Henrique, que suspenso após o terceiro cartão amarelo, não viajou com a equipe. Ralf ganhou a vaga como titular e a equipe foi a campo com o conhecido 4-1-4-1, formado por Cássio, Fagner, Gil, Felipe, Uendel, Ralf, Elias, Jadson, Renato Augusto, Malcom e Love.

Apesar do ingresso mais caro, a presença do Corinthians rendeu casa cheia em Chapecó. A diretoria do time catarinense ajustou os valores de entrada para a partida em mais de 40% e confiou na presença de torcedores da Chapecoense e corinthianos para encher o estádio.

O confronto, colocaria em cheque a grande fase do Timão na competição, uma vez que o time comandado por Vinicius Eutropio vem sendo praticamente imbatível na Arena Condá. Em casa, a Chapecoense só perdeu uma partida, e empatou duas, vencendo em sete oportunidades como mandante.

Primeiro tempo

A partida começou com o Corinthians jogando em alta intensidade. Apesar do sol forte - o jogo começou sob o calor de 30° graus - o Timão impôs o ritmo e não quis deixar valer o mando de campo da Chapecoense.

A pressão deu resultado e o gol corinthiano saiu logo aos 9 minutos de jogo, dos pés de Elias. Em contra-ataque rápido, o jogador recebeu a bola dos pés de Renato Augusto e bateu de chapa para o gol de Danilo.

O gol a favor não arrefeceu o ímpeto corinthiano, que aos 13 minutos ampliou o placar. Dessa vez, a vantagem veio com gol de cabeça, marcado por Love após belo cruzamento de Uendel. O lateral vinha fazendo excelente partida, mas aos 35 minutos acabou deixando o campo com dores.

Arana entrou na vaga de Uendel, e apesar da confiança do treinador ainda tem dificuldades com a marcação. Coube à jovem promessa corinthiana conter a velocidade de Apodi, da Chapecoense, sempre muito perigoso pelas laterais do campo. E foi por este lado do campo que, faltando um minuto para o fim da primeira etapa, o time da casa conseguiu diminuir a vantagem corinthiana no placar.

Segundo tempo

Sem Uendel e sem o ímpeto inicial, o Corinthians voltou para o segundo tempo contra a Chapecoense. O time de Vinicius Eutrópio ficou mais faltoso e travou a articulação de Jadson, um dos homens mais fundamentais na criação ofensiva do Timão.

Com Camilo no lugar de Elicarlos, a Chapecoense também ficou mais perigosa e o jogo ganhou mais emoção. Cássio precisou trabalhar mais e o time comandado por Tite forçou mais a marcação, levando para casa alguns amarelos.

Jadson, Elias e Felipe levaram o cartão amarelo, e os dois últimos ficam de fora da próxima partida, contra o Fluminense. Enquanto Elias deixará a equipe para se apresentar à seleção, Felipe cumprirá suspensão por ter sido advertido com o terceiro cartão.

Aos 29 minutos, Tite optou pela segunda mudança, tirando Malcom para a entrada de Rildo. Aos 37 minutos, Love pediu a substituição e o treinador chamou o Danilo - que teria pedido ao treinador para se aposentar atuando como centroavante. O jogador entrou ovacionado pela torcida.

Aos 44 minutos, próximo ao fim da partida, Rildo invade a área e é derrubado por Vilson. Jadson corre para a batida e marca, contabilizando mais um como artilheiro do Corinthians. Com o resultado positivo, o Timão confirmou os 3 pontos de vantagem.

O próximo jogo do Corinthians será contra o Fluminense, na Arena em Itaquera. O time carioca é um dos que briga no topo da tabela e promete um confronto disputado.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Chapecoense

  • 1000 caracteres restantes