MPF se envolve na briga para diminuir cotas de TV do Corinthians

MPF se envolve na briga para diminuir cotas de TV do Corinthians

Por Meu Timão

Fiel faz com que audiência do Timão na TV seja sempre alta

Fiel faz com que audiência do Timão na TV seja sempre alta

Foto: Ricardo Taves/Ag. Corinthians

Não é novidade que o Corinthians é um dos clubes que mais recebe dinheiro por direitos de transmissão, levando em consideração a audiência elevada de seus jogos. Ao lado do Flamengo, neste ano, o Timão recebeu R$ 110 milhões da Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro, pela atual divisão das cotas de TV. A partir do próximo ano, a quantia saltaria para R$ 170 milhões, aumentando a distância com o recebido pelos outros clubes.

Entretanto, essa divisão atual chegou a incomodar até mesmo o Ministério Público Federal, que afirma que o dinheiro é distribuído aos times brasileiros de forma injusta e prejudicial aos clubes de menor expressão. Com essa alegação, Sady D'Assumpção Torres Filho, subprocurador-geral da República, entrou com um pedido de investigação no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), sugerindo que exista abuso. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Até 2011, as cotas de TV eram segmentadas no Clube dos 13. Porém, Corinthians e Flamengo decidiram reivindicar individualmente seus direitos com a emissora, acabando com a antiga divisão. Em sua representação, o subprocurador apresenta que, apesar do término do Clube dos 13, alguns times que eram filiados à Globo continuam se beneficiando.

Para Torres, a mudança é necessária para evitar a "espanholização" do futebol, referindo-se à negociação individual que criou um abismo entre Barcelona, Real Madrid e os demais clubes da Espanha. A solução sugerida pelo subprocurador é inspirada na Premier League, da Inglaterra, que é responsável por repassar o dinheiro da TV aos times, dividindo 50% da cota igualmente entre todas as equipes, 25% de acordo com o mérito esportivo e 25% dependendo da quantidade de jogos transmitidos.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes