Corinthians entra com recurso para evitar pagamento de quase R$3 milhões a empresários

Corinthians entra com recurso para evitar pagamento de quase R$3 milhões a empresários

Por Meu Timão

Ralf e seus empresários devem receber pendências do Corinthians

Ralf e seus empresários devem receber pendências do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Ao final de maio deste ano, o Corinthians foi condenado pela Justiça de São Paulo a pagar a dívida de R$ 2,8 milhões que mantinha com o volante Ralf e seus empresários. No entanto, após o decreto, o Alvinegro não desistiu de tentar reverter a situação e entrou com um recurso no tribunal, justificando a falta de pagamento com a "a crise econômica que está afetando a todos".

O Timão, após a conquista da Libertadores de 2012, comprou parte dos direitos econômicos do jogador, que havia recebido uma proposta da Fiorentina, da Itália. No acordo feito, a entrada seria de 245 mil euros, além de outras 12 parcelas de 140 mil euros. Entretanto, o Corinthians deixou de realizar os pagamentos a partir da oitava parcela, depois da conquista do título Mundial.

"Infelizmente não ocorreu (nova proposta por Ralf) em razão das mudanças econômicas que repercutiram no mercado do futebol, havendo escassez de recursos financeiros. Nesse cenário, viu-se o Corinthians sem condições de dar continuidade aos pagamentos que estavam sendo feitos e impedido de pagar por causa da falta de dinheiro deocrrente da crise econômica que está afetando a todos", alegaram os advogados do Corinthians, no recurso encaminhado à Justiça ainda em julho, logo após a primeira decisão.

Enquanto isso, a GP Sports, detentora dos direitos do atleta, rebate as justificativas corinthianas, ressaltando que "o contrato pactuado entre as partes não estabelecia qualquer condição - venda do jogador Ralf para outro clube - e não previa a possibilidade de pagamentos serem suspensos por falta de recursos financeiros do Corinthians". Com isso, seus representantes pedem à Justiça a condenação por má-fé, que acarretaria em multas previstas por lei. Deste esta terça-feira, o caso voltou a ser analisado, desta vez em segunda instância. Assim, o Poder Judiciário deve anunciar a nova decisão em breve.

O volante, por sua vez, vê o fim de seu contrato com o clube do Parque São Jorge chegando e ainda não sabe se terá seu vínculo renovado. Ultimamente, Ralf perdeu a titularidade para Bruno Henrique e tem permanecido no banco de reservas do Timão.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes