Timão ainda deve quantia milionária a clube formador por Marciel

13 mil visualizações 87 comentários

Por Meu Timão

Em sua estreia pelo time profissional do Corinthians, Marciel marcou o primeiro gol da vitória sobre o Fluminense, nesta quarta-feira

Em sua estreia pelo time profissional do Corinthians, Marciel marcou o primeiro gol da vitória sobre o Fluminense, nesta quarta-feira

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O aperto nas finanças do Corinthians não é segredo para ninguém. Após passar boa parte do primeiro semestre em dívida com parte dos jogadores e comissão técnica, o Timão precisará quitar uma dívida milionária para não perder o garoto Marciel, destaque da vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, na quarta-feira.

Depois de atuar durante um ano e meio na Roma, da Itália, Marciel chegou ao Parque São Jorge em abril de 2014. Sob o comando de Osmar Loss, técnico da divisão Sub-20, o meio-campista se destacou nas campanhas vitoriosas do Campeonato Paulista e do Campeonato Brasileiro. Na temporada seguinte, virou protagonista do título da Taça São Paulo, principal competição de base no Brasil.

Foi justamente nessa época que o Corinthians fechou a compra de 50% dos direitos econômicos do jovem volante junto ao Fragata-RS, clube formador de garotos dirigido por Emerson, ex-capitão da Seleção Brasileira. No entanto, o Timão atrasou o pagamento das primeiras parcelas do negócio.

“É verdade, não foi pago e existe certo desânimo de continuar formando atletas, porque essa é a primeira experiência e está sendo feita desta forma. A gente sabe que 99% dos cubes são assim, não é só o Corinthians, é generalizado no Brasil. A gente vive uma crise de formação de atletas e quem quer formar atletas sofre com esses problemas”, revelou Emerson, em entrevista ao portal ESPN.com.br.

“Nós tentamos de alguma forma procurar o Corinthians para entender a situação, mas não obtivemos resposta. Eu não quero ser oportunista, hoje o Brasil todo está falando neste menino, mas o que fico pensando é: às vezes as pessoas precisam saber como as coisas funcionam no Brasil, não é uma situação isolada do Corinthians”, acrescentou.

Procurado, o Corinthians confirmou a dívida por parte dos direitos econômicos de Marciel, mas assegurou que o montante será quitado em breve. “Está dentro do nosso fluxo de pagamento que vamos fazer. Ainda temos dificuldades financeiras e agora estamos tentando resolver isso o mais rápido possível, assim como outros pagamentos pendentes. Nas próximas semanas isso deve ser resolvido”, tranquilizou Emerson Piovesan, diretor financeiro do clube.

Volante de boa técnica e personalidade, Marciel foi promovido ao elenco profissional do Corinthians por Tite. Da mesma safra, subiram Rodrigo Sam (zagueiro), Guilherme Arana (lateral-esquerdo) e Gustavo Tocantins (atacante). O atacante Matheus Cassini foi vendido ao Palermo, da Itália.

Veja Mais:

  • Sylvinho tem 16 jogos no comando do Corinthians, com mais derrotas (seis) do que vitórias (quatro), além de seis empates; saldo de gols também é negativo (12x16) e o aproveitamento é de 37,5%

    Pressão sobre Sylvinho aumenta no Corinthians; dois fatores jogam a favor do treinador

    ver detalhes
  • Corinthians foi derrotado pelo Flamengo jogando em casa

    Corinthians é dominado pelo Flamengo e perde mais uma jogando na Neo Química Arena

    ver detalhes
  • Mosquito foi eleito o melhor em campo pela torcida do Corinthians

    Mosquito é eleito melhor do Corinthians em tarde de notas ruins; Sylvinho e volantes vão mal

    ver detalhes
  • Torcida não poupou críticas ao Corinthians neste domingo

    Torcida do Corinthians perde a paciência e não poupa críticas a Sylvinho e elenco; veja tweets

    ver detalhes
  • Sylvinho se mostrou descontente com a atuação do Corinthians

    Sylvinho analisa falhas ofensivas e defensivas do Corinthians e vê time 'apático' contra o Flamengo

    ver detalhes
  • Gil discutiu com Gabigol na saída do intervalo

    Gil discute com Gabigol e atacante diz que Corinthians 'tem que saber perder'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x