Corinthianos se mobilizam para pressionar patrocinadores de Milton Neves

Corinthianos se mobilizam para pressionar patrocinadores de Milton Neves

Por Meu Timão

Milton Neves ganha a vida falando mal do Corinthians

Milton Neves ganha a vida falando mal do Corinthians

Foto: Reprodução TV

Dono de um estilo único, não é de hoje que Milton Neves desperta a ira dos corinthianos. Durante anos, o apresentador tem provocado o Alvinegro, sempre com insinuações de favorecimento da arbitragem para o Corinthians. Cansada das provocações do jornalista, a torcida resolveu protestar através de uma rede social, onde se mobilizou para pressionar os patrocinadores dele.

Um grupo do Facebook "Democracia Corintiana" e a "Rádio Resistência" criaram um movimento para que os torcedores entrem na página da Rafarillo, que produz calçados, alertando que não aprovam a marca, com a seguinte mensagem: "A Fiel torcida reprova sua marca".

"Prezado empresário, eu, integrante da Nação Fiel, composta por 30 milhões de cidadãos, comunica que, a partir de hoje, deixo de consumir qualquer produto ou serviço de vossa marca. Acredito que a gestão corporativa responsável jamaias pode patrocinar o escarro na ética jornalística, a adulteração da notícia e as campanhas de ódio movidas pelo elemento Milton Neves nos veículos da Rede Bandeirantes e de Uol/Folha", descreve o manifesto do grupo.

Além disso, no fórum do Meu Timão, os torcedores também se mobilizaram para pressionar os outros patrocinadores do apresentador, como as marcas Ração Magnus, Sky Tv e Mega Mamute*.

O cenário quase sempre é o mesmo. Jogo após jogo, o apresentador, com seu espaço na televisão, critica a arbitragem da partida do Corinthians, alegando que a equipe foi beneficiada pelos mesmos. Milton Neves, inclusive, é o responsável pela criação da expressão "apito amigo".

Insatisfeito com as polêmicas que envolvem o nome do Timão e a arbitragem, o técnico Tite "cobrou" o jornalista recentemente pela incoerência, ao vivo, durante o programa Terceiro Tempo, da TV Bandeirantes.

"Eu nomino, fiquei muito chateado contigo, Milton. Porque no jogo contra o Santos, e tu prima por igualdade. Lá na Vila, teve dois lances decisivos: um de cruzamento onde há um braço aberto e tu vai mostrar as imagens porque tu é coerente e que não houve a marcação da penalidade; o outro na sequência de um cruzamento e há um rebote, e o Fagner foi expulso porque a bola bateu na mão também", explicou o técnico, visivelmente incomodado com a situação.

"Então tem erros que são a favor e erros que são contra o Corinthians também. E apito amigo não tem!", afirmou. "E aquele pênalti do Gil, que pegou no cotovelo e que foi expulso, tu também falou que não foi...E que o Cássio pegou o pênalti, lembra?", completou o técnico.

Com o movimento nas redes sociais, a torcida corinthiana tem como objetivo fazer o apresentador sentir no bolso, pelas insinuações de favorecimento ao Timão.

*Nota da redação: A empresa MegaMamute entrou em contato com o site e informou que nunca foi patrocinadora do apresentador do Terceiro Tempo. Segundo a marca, "a divulgação da marca MegaMamute foi apenas uma cortesia em poucas edições do programa, em 2011. Após a cortesia, optamos por não patrocinar o programa".

Veja Mais:

  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes