Chacina na quadra de organizada do Timão teria participação de PM suspeito de mortes em Osasco

Chacina na quadra de organizada do Timão teria participação de PM suspeito de mortes em Osasco

Por Meu Timão

Mesmo PM é acusado de envolvimento em duas chacinas nos últimos meses

Mesmo PM é acusado de envolvimento em duas chacinas nos últimos meses

Foto: Divulgação

Um dos policias investigado pela chacina da quadra da torcida organizada do Corinthians, Pavilhão Nove, em abril, também estaria envolvido na chacina que ocorreu em Osasco e Barueri, em agosto.

Marcelo Mendes da Silva, segundo sargento da Polícia Militar, do 14º Batalhão de corporação, em Osasco, é um dos policiais investigados nos dois casos.

Na chacina dentro da Pavilhão Nove foram oito mortos, em abril deste ano, na zona oeste de São Paulo. Quatro meses depois, foram 19 assassinatos em Osasco e Barueri em uma mesma noite.

O policial já vem sendo investigado desde o ocorrido na sede da torcida do Corinthians, mas a Corregedoria e o Comando-Geral da PM não conseguiram provas para que ele fosse indiciado.

Até o momento, dois homens foram acusados pelo crime na Pavilhão. O ex-PM Rodney Dias dos Santos, que foi um dos fundadores da torcida, e o PM Walter Pereira da Silva Junior estão presos e negam envolvimento no ocorrido. A polícia ainda procura o terceiro elemento que participou do crime.

Veja Mais:

  • Meia fica fora de treino de bolas paradas e pode iniciar jogo no banco

    Carille ensaia escalação do Corinthians sem Jadson; definição fica para sexta

    ver detalhes
  • Jô recordou caso em que foi vítima de ofensa racista com Love na Rússia

    Jô lamenta injúria racial no Nilton Santos e lembra episódio na Rússia

    ver detalhes
  • Reforço do Barcelona, Paulinho foi apresentado à torcida e à imprensa nesta quinta-feira

    Apresentado no Barcelona, corinthiano Paulinho diz não temer pressão

    ver detalhes
  • Diante do Grêmio, Paulo Roberto teve melhor atuação com camisa do Corinthians

    Corinthians acerta contratação definitiva de Paulo Roberto, garante diretor

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes