Em carta aberta, líderes do movimento explicam 'boicote' a patrocinadores de Milton Neves

Em carta aberta, líderes do movimento explicam 'boicote' a patrocinadores de Milton Neves

Por Meu Timão

Milton Neves beijando a camisa do Timão em janeiro, na Florida

Milton Neves beijando a camisa do Timão em janeiro, na Florida

Foto: Reprodução / Instagram

Depois de insinuações de favorecimento ao Corinthians, o jornalista e apresentador Milton Neves entrou na mira da Fiel. Um grupo de torcedores criou uma campanha de boicote aos seus patrocinadores. Com o sucesso da campanha, que já gerou até resposta do próprio jornalista, o grupo responsável resolveu explicar, oficialmente, porque o boicote foi criado.

Por meio de um comunicado oficial, os grupos "Democracia Corinthiana", "Barbearia Battaglia" e a "Rádio Resistência", esclarecem que "a luta da Fiel Torcida não tem dono, chefe ou proprietário. O SCCP é alvo de bárbaras agressões da elite bandeirante e seus veículos de comunicação desde 1910".

Apesar de citar outros veículos, a nota foca em Milton Neves. "Entre os cronistas esportivos, o anticorinthianismo se destaca nas imprecações televisivas e radiofônicas do elemento Milton Neves, publicitário conhecido por escarrar na ética jornalística e por semear a discórdia no ambiente do futebol", começa o texto.

"A invenção do chamado “apito amigo” tem como objetivo fortalecer a ideia de que o SCCP é uma instituição desprovida de virtude moral, dedicada a obter triunfos por meio de fraude e corrupção. A campanha de Milton Neves se pavimenta, pois, na falsidade, em golpes que combinam calúnia, injúria e difamação", continua, lembrando que a expressão foi criada por Milton.

A nota ainda continua dizendo que a conduta do apresentador pode iludir os torcedores que o acompanham. "Muitos torcedores são iludidos pelo referido elemento, que mistura suas imputações impróprias a piadas e pantomimas de gosto duvidoso. Enxergam-no como inofensivo. Ledo engano. Essa conduta circense não elimina o caráter perverso e destrutivo de suas invectivas", descrevem.

"A atitude desprezível do referido elemento resulta em grave dano à imagem do Corinthians e também dos corinthianos. Se uma mentira é dita mil vezes, como sabiam os propagandistas de Hitler, converte-se em verdade na consciência coletiva. Ao difamar o SCCP, Milton Neves reduz moralmente todos os corinthianos", completam.

Para finalizar, o grupo explica que o boicote é uma ação legítima e que tem objetivo de evitar os comentários sobre os erros de arbitragem no Campeonato Brasileiro de maneira criminosa.

"O boicote às marcas patrocinadoras de Milton Neves é ação legítima, legal e necessária, posto que toda publicidade tem como hipoteca o respeito à verdade, à lei e a submissão aos preceitos consagrados da ética nas relações sociais", explicam.

"A atual campanha de boicote contra as marcas que patrocinam o elemento Milton Neves tem origem em uma resposta coletiva, sem liderança formal, contra a criminalização do Corinthians nos episódios vinculados a erros de arbitragem no Campeonato Brasileiro de 2015", completam.

O grupo ainda encerra garantindo que não tem qualquer ligação com pessoas ligadas ao clube e que não tem nenhuma outra intenção que não seja se manifestar contra o desrespeito do jornalista com o Corinthians.

"Nenhum dos três grupos está associado a qualquer cartola do Sport Club Corinthians Paulista, tampouco serve a qualquer empresário do esporte ou qualquer empresa ou organização política. Não existe na campanha qualquer interesse na obtenção de recursos ou privilégios de qualquer natureza, seja pecuniário ou representado pela suposta conquista de vantagem econômica ou comercial", finaliza o texto.

Veja Mais:

  • Patch de homenagem a Chapecoense na camisa do Corinthians

    Veja imagens da camisa do Corinthians com o patch da homenagem a Chapecoense

    ver detalhes
  • Marinho vem sendo pedido por torcedores do Corinthians para 2017

    Pedido pela torcida do Corinthians, Marinho admite deixar Vitória em 2017

    ver detalhes
  • Simi passou sete anos no Corinthians

    Simi reclama de saída do Corinthians e projeta 'final às avessas' da LNF no Parque São Jorge

    ver detalhes
  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes