Com mobilização da Fiel, parceria entre Napster e Corinthians pode render milhões ao clube

Com mobilização da Fiel, parceria entre Napster e Corinthians pode render milhões ao clube

Por Meu Timão

Projeção de um mês foi alcançada em apenas uma semana com apoio da Fiel

Projeção de um mês foi alcançada em apenas uma semana com apoio da Fiel

Foto: Reprodução - Site

A Fiel mais uma vez impressionou e superou as expectativas: dessa vez, fora das arquibancadas. A mais nova parceria do marketing corinthiano, com o empresa Napster, rendeu mais de 25 mil instalações.

O volume, segundo informações da repórter Camila Mattoso, da Folha de São Paulo, era esperado após um mês do lançamento. Graças à adesão dos torcedores, porém, a projeção foi alcançada com apenas uma semana.

O Corinthians, que ganha um percentual das adesões na plataforma, tem planos ambiciosos. Em entrevista à jornalista, o superintendente de marketing do clube, Gustavo Herbetta disse que a parceira objetiva mais de 100mil assinantes.

"Se a gente chegar nessa marca, a gente começa a ver uma rentabilidade equivalente a um patrocínio de camisa", afirmou o dirigente. Esses patrocínios, segundo do próprio dirigente, rendem cerca de R$3 milhões aos cofres corinthianos - ou seja, nada mal para uma parceria.

O desafio do Timão, agora, será manter os usuários dentro da plataforma. O valor da assinatura do serviço Napster é R$14,90. Um valor maior do que o Plano Minha Paixão e bem próximo do Plano Minha Vida, do Fiel Torcedor - que hoje tem um total de pouco mais de 124 mil sócios.

Dentro do clube e da parceira, porém, o clima é de otimismo após quase 4 mil adesões por dia. Visto como uma fonte de renda alternativa, e uma maneira inovadora de arrecadação, Roger Machado, diretor de negócios e marketing do Napster na América Latina, completou: "É um exemplo de que é possível aproveitar outras coisas além do uniforme. É uma coisa que os clubes europeus conseguem explorar bem e no Brasil é pouco feito. Os grandes clubes do mundo fazem isso".

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes