Jadson fala sobre entrosamento com Renato Augusto e relembra saída do São Paulo

4.4 mil visualizações 32 comentários

Por Meu Timão

Entrosados dentro e fora de campo, Jadson e Renato Augusto formam uma das principais duplas do Brasileirão

Entrosados dentro e fora de campo, Jadson e Renato Augusto formam uma das principais duplas do Brasileirão

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Destaque do meio-campo que lidera o Campeonato Brasileiro, Jadson crê que vive o auge de sua carreira após a volta ao Brasil. Em 2012, o meia deixou o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, rumo ao São Paulo. Mas, depois de duas temporadas, decidiu trocar a equipe do Morumbi pelo Timão.

“Desde que voltei acho que é meu melhor momento. Estou muito feliz, ajudando meus companheiros nos jogos, fazendo gols no Brasileirão e o número de assistências subiu também. Estou satisfeito com meu rendimento e do time todo”, afirmou Jadson, em entrevista ao jornal LANCE!.

Atualmente, o camisa 10 do Corinthians figura entre os principais jogadores do Brasileirão. Responsável por colocar os atacantes na “cara” do gol, ele já balançou as redes adversárias em nove oportunidades, além de seis assistências. Tais números, no entanto, não seriam possíveis sem o companheiro Renato Augusto, convocado por Dunga na última semana.

“Quando cheguei aqui todo mundo falava que a gente não poderia jogar junto, que não dava certo. Somos jogadores de qualidade, meias, claro que ele é diferente, carrega mais a bola, tem o passe também... Nós dois começamos a ganhar entrosamento com o Tite. A parceria tem dado certo. Ganhamos confiança e começamos a nos entender, a gente já sabe o que um pretende fazer no jogo”, revelou o meia, que ainda relembrou sua saída do São Paulo.

“No futebol tem coisas que acontecem nos bastidores que ninguém fica sabendo, foi uma decisão ali do clube, não fiquei chateado. Mas, graças a Deus, o Corinthians abriu as portas para mim. Desde que cheguei fui bem recebido. Claro que tive de mostrar, me sacrificar, mas graças a Deus está dando certo”, acrescentou.

No início de 2014, Corinthians e São Paulo decidiram trocar Alexandre Pato e Jadson. Sem clima no Parque São Jorge, o atacante ficará emprestado no rival até o fim desta temporada. Já o meia foi adquirido pelo Timão em definitivo, e se tornou um dos principais nomes do elenco em 2015.

“Toda equipe passa por reformulações, o São Paulo estava passando. Apareceu a oportunidade de troca com o Pato e não pensei duas vezes. Falei: ‘Pode me chamar que eu vou’. Foi uma escolha minha, sempre tive vontade de jogar no Corinthians pela torcida que tem. Estou feliz hoje”, completou.

Veja Mais:

  • Zagueiro Bruno Méndez está há mais de um ano no Corinthians

    Fifa de olho: Corinthians tem até julho para pagar Wanderers; promessa é quitar nos próximos dias

    ver detalhes
  • Guerrero anotou o único tento da finalíssima do Mundial de Clubes de 2012

    Torcida do Corinthians lota publicação do Chelsea com ironias após lembrança de 2012

    ver detalhes
  • Como a torcida do Corinthians se divide por Léo Natel

    [Julia Raya] Como a torcida do Corinthians se divide por Léo Natel

    ver detalhes
  • Por que esses são os corinthianos mais odiados por Palmeiras, São Paulo e Santos?

    VÍDEO: Por que esses são os corinthianos mais odiados por Palmeiras, São Paulo e Santos?

    ver detalhes
  • Seguidos por milhões, por que nossos ídolos se calam?

    [Lucas Faraldo] Seguidos por milhões, por que nossos ídolos se calam?

    ver detalhes
  • Antes da pandemia do novo coronavírus, clube fechou 2019 com déficit de R$ 177 milhões

    Corinthians e outros clube devem ter 'dificuldades de entrar em campo' em 2021, alerta economista

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: