Presidente e ex-jogador do Corinthians evitam polêmica antes de reencontro

Presidente e ex-jogador do Corinthians evitam polêmica antes de reencontro

Por Meu Timão

11 mil visualizações 107 comentários Comunicar erro

Heroi do título mundial, Guerrero atuou pelo Timão até maio, quando acertou com o rival Flamengo

Heroi do título mundial, Guerrero atuou pelo Timão até maio, quando acertou com o rival Flamengo

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Faltando pouco mais de um mês para o duelo pelo Brasileirão, dois representantes de Corinthians e Flamengo colocaram panos quentes na rivalidade do eixo Rio-São Paulo. Presidente do Timão, Roberto de Andrade evitou entrar em atrito com Paolo Guerrero, ex-jogador da equipe alvinegra e atual centroavante do time da Gávea.

“Não tenho uma linha negativa a falar. Ele (Guerrero) foi profissional do primeiro minuto em que chegou ao clube ao dia em que foi embora. É uma excelente pessoa e um grande atleta”, declarou Roberto de Andrade, em entrevista à Rádio Globo. Segundo ele, a saída do peruano, então ídolo da torcida corinthiana, se deu somente pelo aspecto financeiro.

“Não foi pela parte técnica que o Guerrero não ficou. Ele é um grande jogador. Não renovamos por motivos financeiros. O Corinthians não poderia assumir um compromisso daquele tamanho. Daria para fazer? Sim. Só que seria uma loucura para o clube. E eu me comprometi que não faria loucuras na minha gestão”, defendeu o dirigente.

Do outro lado, Guerrero não quis polemizar o reencontro com seu ex-clube e adotou um discurso “político”. “Na verdade, eu não sei qual vai ser a reação da torcida do Corinthians. Eu vou me concentrar para fazer um grande jogo. Hoje eu sou Flamengo, vou querer ganhar do Corinthians e dar o meu melhor. No futebol é assim, a amizade fica do lado de fora”, garantiu o atacante ao Fox Sports.

Corinthians e Flamengo se enfrentam no dia 25 de outubro, domingo, na Arena Corinthians. O duelo, que ainda não tem horário definido, poderá mexer com os rumos das dupla no Brasileirão – enquanto o Timão se mantém na liderança, a equipe carioca briga pela última posição do G4.

Ainda de acordo com Guerrero, o time corinthiano leva vantagem no confronto. “Eu acho que o Corinthians já tem um passo dado. Já está bem na frente, e é difícil vencer o Corinthians. Porém, dentro do futebol não pode decretar até conquistar, né? Vai ser uma briga grande”, reconheceu.

Veja Mais:

  • Destacando-se no Grêmio, Juninho Capixaba tem contrato até o fim de 2021 com o Corinthians

    Grêmio abre negociação com Corinthians por Juninho Capixaba; pedida é de R$ 5 milhões

    ver detalhes
  • Mauro Boselli foi apresentado à Fiel no intervalo do jogo entre Corinthians e São Caetano

    Boselli telefonou para Carille antes de assinar com Corinthians: 'O que você espera de mim?'

    ver detalhes
  • Goleiro Yago deve reforçar Sub-20 do Corinthians

    Corinthians também negocia com goleiro Yago e deve anunciar dupla da Ponte Preta pós-Copinha

    ver detalhes
  • Timão de Nathan tenta eliminar Vasco e chegar à decisão da Copa São Paulo; missão é dura

    Corinthians e Vasco decidem vaga na final da Copa São Paulo; saiba tudo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes