Contra Conmebol, Corinthians pode apoiar empresário em nova 'Champions das Américas'

Contra Conmebol, Corinthians pode apoiar empresário em nova 'Champions das Américas'

Por Meu Timão

Apesar do título recente, Corinthians não está satisfeito com a Libertadores

Apesar do título recente, Corinthians não está satisfeito com a Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Insatisfeito com a Conmebol e a Copa Libertadores da América, o Corinthians pode ser um forte aliado do empresário italiano Riccardo Silva. Ele pretende criar uma nova liga, uma espécie de Champions League da América.

O plano do italiano é um torneio entre 64 clubes da América do Sul, Central e do Norte, que bata de frente com a Champions League e movimente cerca de R$ 2 bilhões.

"A possibilidade de termos times dos Estados Unidos competindo contra alguns dos melhores times do Brasil e Argentina pode ajudar a elevar a qualidade do jogo a um patamar bem alto", declarou o empresário, em entrevista ao jornal "Sports Business Daily".

"As Américas também têm uma população 30% maior que a Europa, o que mostra o potencial comercial da ideia", completou.

Ainda sem tirar o plano do papel, o empresário revela que já conversou com clubes e ouviu pedidos pelo novo torneio, inclusive de Corinthians e Flamengo. Se der certo, a liga poderia multiplicar por cinco o rendimento anual da Copa Libertadores da América da Concacaf Champions League somadas.

O empresário acredita que é preciso encontrar o momento certo para tirar o plano do papel, mas que faz todo sentido e que pode dar uma reviravolta no futebol das Américas.

"Se os times querem jogar uma competição e as emissoras querem transmitir isso, eu não vejo razão para alguém barrar. É claro, tudo precisa estar em seu lugar e tudo precisa funcionar para todo mundo, mas se você olhar as oportunidades que isso pode criar para todas as partes envolvidas, isso faz todo sentido", afirmou.

"Quando você vê o dinheiro que pode estar envolvido e o que isso vai render aos clubes, nós acreditamos que esta pode ser uma reviravolta para o futebol no continente", finalizou.

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes