Com história no Figueirense e no Corinthians, Chicão dá palpite de vitória

Com história no Figueirense e no Corinthians, Chicão dá palpite de vitória

Por Meu Timão

Chicão passou quatro anos no Corinthians

Chicão passou quatro anos no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Antes de chegar ao Corinthians, em 2008, o zagueiro Chicão também teve uma passagem marcante pelo Figueirense. Neste domingo, os dois clubes conhecidos pelo ex-Timão se enfrentam, em partida válida pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Guardando enorme consideração pelos adversários que se encontram mais tarde, o jogador deu seu palpite de vitória.

- Tenho carinho enorme pelos dois clubes. Pelo Figueirense, por ter me projetado para o futebol, por ter me proporcionado chegar ao Corinthians. Pelo Corinthians, por tudo que conquistei. O Figueirense sempre foi muito forte quando joga em casa, mas acho que o Corinthians vence - disse Chicão, em entrevista ao LANCE!.

Além de apostar na vitória do Corinthians, acredita que, se mantiver as atuações recentes, a conquista do hexacampeonato virá para a equipe alvinegra. O zagueiro também não poupou elogios ao técnico Tite, com quem teve a oportunidade de trabalhar entre 2010 e 2013.

- A equipe do Tite não tem um craque, mas tem um grupo muito forte. Pelo que vejo de fora, tem uma união muito grande. Tem tudo para conquistar o título, tem um treinador que dispensa comentários - afirmou.

No Corinthians, Chicão chegou a ser capitão, fez 247 partidas e marcou 42 gols. Nesse período, conquistou a Séria B do Campeonato Brasileiro em 2008, Copa do Brasil em 2009, Campeonato Paulista em 2009 e 2013, Campeonato Brasileiro em 2011, Libertadores e Mundial de Clubes em 2012 e Recopa Sul-Americana em 2013. Há dois anos longe e atualmente no Dehli Dynamos FC, da Índia, o jogador não deixa de se considerar um torcedor corinthiano.

- Ainda irei muito ao estádio torcer, pode escrever! Lá dentro do campo é mais fácil do que estar fora. Dentro você vive o jogo. Fora, fica apreensivo, não sabe o que vai acontecer. Torcedor fica mais ansioso do que o jogador. Assim que parar, pretendo ir com frequência - concluiu.

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes