Após instabilidade, ataque do Timão se aproxima de marca do Brasileirão 2014

Após instabilidade, ataque do Timão se aproxima de marca do Brasileirão 2014

Por Meu Timão

Atualmente, Malcom e Vagner Love compõem o ataque do Timão

Atualmente, Malcom e Vagner Love compõem o ataque do Timão

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Até o momento, o Corinthians acumula 18 vitórias no Campeonato Brasileiro. É, ao mesmo tempo, o melhor mandante e visitante, dono da melhor defesa e do segundo melhor ataque: 48 gols já foram marcados desde a primeira rodada. Essa marca, inclusive, está próxima a ser igualada ao saldo de gols do torneio nacional passado. Na ocasião, ainda sob o comando de Mano Menezes, o Timão balançou as redes 49 vezes.

A ineficácia do ataque alvinegro, porém, foi muito questionada desde o início da temporada. As perdas de jogadores, por saída do clube ou por lesão, e a demora no entrosamento das novas peças fez com que o Corinthians de Tite fosse alvo das críticas.

Ao final de maio, quando o Brasileirão ainda estava em suas primeiras rodadas, a perda de dois jogadores importantes abalou o lado ofensivo do Timão. Paolo Guerrero, que já havia marcado 12 gols em 2015, e Emerson Sheik, que acumulava três, deixaram o clube do Parque São Jorge em situações distintas. O primeiro deles foi dispensado pelo clube antes mesmo do término de seu contrato, já que não seria possível uma renovação por motivos financeiros. O segundo, por sua vez, também não teve seu vínculo renovado, porém, ganhou até uma homenagem de despedida. Atualmente, os dois atacantes vestem a camisa do Flamengo.

Pouco antes disso, em fevereiro, o atacante Vagner Love foi contratado pelo Corinthians. Entretanto, demorou até que o jogador se entrosasse com o elenco. Até seu primeiro gol, foram nove jogos e mais de 400 minutos em branco. O atual camisa 99 tem marcado mais e tido boas atuações em campo, apesar de ainda não ter conquistado uma total aceitação dos torcedores.

Outra solução encontrada foi com Luciano. Depois de defender a Seleção Brasileira Olímpica, o atacante voltou ao Timão em boa fase, marcando cinco gols em quatro jogos. O problema veio na partida contra o Santos, em agosto, válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O camisa 18 rompeu o ligamento cruzado anterior e teve uma lesão no menisco lateral. Com isso, foi submetido a uma cirurgia e já está em recuperação, mas a previsão de retorno aos gramados é somente em 2016.

Contratado em junho, o atacante Rildo permanecia no banco de reservas e, em setembro, quando teve uma chance como titular, também se lesionou. Após passar por um procedimento cirúrgico no ombro esquerdo, seu tempo de recuperação é estimado em até dois meses.

O técnico Tite tem a tradição de manter uma defesa sólida, mas nessa temporada, o ataque tem surpreendido. Apesar das inúmeras adversidades que a parte ofensiva corinthiana enfrentou em 2015, o ataque atual do Timão já supera a "Era Ronaldo". Com Malcom e Vagner Love como titulares, e os recém-contratados, Lincom e Lucca, na reserva, o Corinthians segue em busca do título do Brasileirão ao final do ano.

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes