Corinthians fecha acordo por mais dinheiro em mecanismo de solidariedade da FIFA

Corinthians fecha acordo por mais dinheiro em mecanismo de solidariedade da FIFA

Por Meu Timão

Coordenador da base, Alessandro (à direita) acredita que a plataforma permite uma maior captação de jovens talentos

Coordenador da base, Alessandro (à direita) acredita que a plataforma permite uma maior captação de jovens talentos

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

A diretoria do Corinthians ganhou uma nova ferramenta para aumentar sua arrecadação. Atento às movimentações do mercado de transferências, o Timão fechou acordo com a plataforma Rede do Futebol, especializada no tratamento de informações sobre atletas do futebol brasileiro e do exterior. A informação é do portal UOL Esporte.

Através do sistema, o CIFUT (Centro de Inteligência no Futebol) terá a possibilidade de analisar as negociações de atletas ao redor do mundo, obtendo potenciais rendas extras perante a lei do mecanismo de solidariedade da FIFA – segundo o regulamento da entidade, “se um profissional se transfere durante o curso de seu contrato, 5% do montante deve ser deduzido, por seu novo clube, a todos aqueles envolvidos no treinamento e educação do atleta ao longo dos anos situados entre o 12º e 23º aniversários.”

Por meio da plataforma, o Corinthians poderá identificar a transferência de qualquer jogador com passagem pelas divisões de base do clube. Atualmente, a tecnologia contempla o cadastro completo de 300 mil atletas. Além do Timão, três equipes da Série A do Campeonato Brasileiro também utilizam o programa: Atlético-PR, Coritiba e Grêmio.

Recentemente, a cúpula alvinegra embolsou R$ 420 mil com a venda do ídolo Paulinho, ex- Tottenham (ING), ao Guangzhou Evergrande (CHI) – o valor é proporcional ao período do volante no Parque São Jorge, de 27 de abril de 2010 até 15 de julho de 2013. Além do ex-camisa 8, o Timão já lucrou com as transferências de Everton Ribeiro.

Para Alessandro, ex-jogador e atual coordenador das categorias de base, a plataforma ainda permite maior captação de jovens promessas. “O departamento amador paga um valor para a utilização da ferramenta com a finalidade de ter informação de alguns atletas. É uma questão bem técnica”, explicou.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a brincar sobre confusão do Dérbi e promete novidade no uniforme

    Corinthians volta a brincar sobre confusão do Dérbi e promete novidade no uniforme

    ver detalhes
  • Furlan apita sexta partida do Corinthians na carreira

    Após polêmica no Dérbi, FPF define trio de arbitragem para próximo jogo do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assegurou que o espaço (acima do número) está livre para ser negociado

    Patrocinador não cumpre acordo e Corinthians já negocia espaço do uniforme

    ver detalhes
  • Jadson deve reestrear pelo Corinthians apenas na próxima quarta-feira

    Corinthians divulga lista de relacionados para pegar Mirassol sem nenhum meia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes