Exigente com condições físicas dos jogadores, Tite revela ter sentido vergonha por Adriano

Exigente com condições físicas dos jogadores, Tite revela ter sentido vergonha por Adriano

Por Meu Timão

7.4 mil visualizações 79 comentários Comunicar erro

Tite relembrou a passagem de Adriano no Corinthians

Tite relembrou a passagem de Adriano no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Sempre respeitoso, Tite também exige dos jogadores comprometimento com o Corinthians. Durante sua segunda passagem pelo Parque São Jorge - entre 2010 e 2013 -, o treinador trabalhou com Adriano e, na conquista do último título brasileiro, em 2011, o técnico alvinegro revelou que chegou a sentir vergonha pelo atacante.

"Ganhamos, fomos campeões, mas no jornal saiu uma foto do Adriano que fez o Fábio Mahseredjian (preparador físico) me dizer: 'Eu fiquei com vergonha'. Eu falei 'eu também'. Ele ficou no banco por uma circunstância, não tínhamos pivô, mas a gente não pode deixar um atleta com tamanho sobrepeso. Existem algumas exigências. Eu posso estar, você pode estar, mas ele, não. Quando falo disso, falo do meu compromisso com eles, e deles com o clube. Tem que ter lealdade, manter esse senso de equipe", revelou Tite, em entrevista ao LANCE!.

A carreira do jogador, que chegou a ser reverenciado como "Imperador", foi marcada por polêmicas. Antes mesmo de estrear pelo Timão - onde teve uma passagem curta, entre 2011 e 2012, porém marcante -, Adriano estava 4,5 kg acima de seu peso ideal. Sua forma física nunca foi recuperada, mas mesmo assim o atacante teve papel fundamental na conquista do pentacampeonato brasileiro.

Depois dessa experiência, a exigência de Tite com o peso dos atletas de seu elenco ficou mais persistente. Em sua terceira passagem pelo Corinthians, que começou no início deste ano, a condição física, alimentação e descanso dos jogadores são acompanhadas de perto. Isso aconteceu somente depois do ano de estudo e aprimoramento do treinador na Europa, onde pôde ver o exemplo de disciplina de grandes jogadores, como Cristiano Ronaldo.

"Virei mais chato, cobrador, controlador. Atleta de alto nível precisa. Um quilo a mais que ele tem pode ser uma bola perdida. Mudei a partir da minha visita ao Real Madrid (ESP), quando vi que o Cristiano Ronaldo, que, afora a nutricionista do Real Madrid, tem uma particular. Se o maior do mundo tem essa preocupação, por que qualquer um outro jogador não pode ter?", afirmou o técnico alvinegro.

Veja Mais:

  • Danilo Avelar jogou 25 dos 42 jogos do Amiens na França

    Corinthians agenda exames para Danilo Avelar e aguarda resultados para anunciar reforço

    ver detalhes
  • Sub-20 do Corinthians tem mais uma partida na Fazendinha nessa semana

    De decisão no basquete à agenda cheia na base: os compromissos do Corinthians na semana

    ver detalhes
  • Corinthians e São José voltam a se enfrentar pelas finais da Liga Ouro nesta segunda

    Corinthians joga nesta segunda no Parque São Jorge para se reabilitar nas finais da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Thiaguinho é um dos mais cotados a substituir Maycon no Corinthians

    Emprestados, contratação e opções no elenco: a 'volância' do Corinthians pós-Maycon

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes