Cássio: 'Tite conseguiu fazer todo mundo entender que é importante no time'

Cássio: 'Tite conseguiu fazer todo mundo entender que é importante no time'

Por Meu Timão

'Aqui não tem vaidade', declarou Cássio sobre o elenco do Corinthians; Timão volta a campo domingo, contra o Atlético-PR, fora de casa

'Aqui não tem vaidade', declarou Cássio sobre o elenco do Corinthians; Timão volta a campo domingo, contra o Atlético-PR, fora de casa

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Líder do Campeonato Brasileiro, o Timão não teve dificuldades para bater o Goiás, nesta quinta-feira, na Arena Corinthians. Com os gols de Edu Dracena, Malcom e Rodriguinho – o último, aliás, um golaço -, a equipe alvinegra derrotou a formação de Goiânia por 3 a 0 e chegou aos 64 pontos. Após o apito final, o goleiro Cássio exaltou o trabalho de Tite.

Ao ser questionado se o Corinthians não via ninguém a sua frente, o camisa 12 reconheceu que o Atlético-MG mantém uma base forte na temporada. No entanto, a liderança que o técnico alvinegro exerce sobre o grupo de jogadores do Timão pode ser decisiva em dezembro, final da temporada.

“Ninguém à frente não tem... Somos líderes, mas o time deles tem jogadores mais experientes, jogadores mais rodados. Mas temos força no grupo, o Tite tem muita força nisso, ele conseguiu fazer o grupo todo entender que é importante no time, tanto ele usou o Yago e ele se saiu muito bem”, explicou Cássio.

“Quando eu entrei, ele me passou confiança, lá em 2012. Acho que todos estão de parabéns, aqui não tem vaidade, ninguém fica de cara feira por ficar fora do time, todo mundo vem e apoia. Acho que isso mostra a força do grupo e é por isso que estamos na liderança”, acrescentou o arqueiro, que alcançou uma importante marca nesta quinta.

Com o fim da 30ª rodada, o Corinthians terá pela frente oito decisões em busca do hexacampeonato brasileiro. Principal oponente nesta reta final, o Atlético-MG promete dificultar o sucesso corinthiano. Mesmo assim, Cássio evita pensar no segundo colocado.

“Lógico que se o Atlético não ganhasse o jogo, hoje nós aumentaríamos a vantagem. A gente tem que impor nosso ritmo, somos líderes por possuirmos uma boa campanha em casa. Acho que conseguimos manter essa vantagem e não nos preocupamos em saber se são dois pontos e podia cair. Ficamos preocupados em fazer um bom jogo”, concluiu.

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes