Por exibição ao vivo, jogo do Corinthians não se enquadra no horário de verão

Por exibição ao vivo, jogo do Corinthians não se enquadra no horário de verão

Por Meu Timão

Neste domingo, o Corinthians enfrenta o Atlético-PR às 16h

Neste domingo, o Corinthians enfrenta o Atlético-PR às 16h

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Neste domingo, o Corinthians entra em campo na Arena da Baixada, às 16h, para enfrentar o Atlético-PR. Como o horário de verão entrou em vigor à meia-noite deste sábado, algumas partidas foram alteradas pela CBF. Porém, esse não foi o caso do Timão.

O confronto deste domingo estava marcado para às 17h, mas por questões contratuais com a Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão, o Corinthians teve o horário da partida alterado para às 16h, para poder ser exibido ao vivo, visto que costuma render muitos pontos de audiência à emissora.

Além do duelo entre Corinthians e Atlético-PR, outros dois também serão no mesmo horário: São Paulo e Vasco, e Flamengo e Internacional.

Como no horário diferenciado os relógios são adiantados em uma hora, as partidas realizadas às 16h, acontecem, na realidade, às 15h, quando o sol ainda está forte e o calor mais intenso. Por esse motivo, pensando no possível desgaste dos jogadores, que a CBF optou pela alteração - com alguns jogos de domingo acontecendo uma hora mais tarde, às 17h.

Veja Mais:

  • Bruno Alves se desligou do Figueirense na Justiça

    Zagueiro anunciado pelo rival foi oferecido antes ao Corinthians

    ver detalhes
  • Vantagem do Timão caiu um ponto em relação à 20ª rodada; equipe tem um jogo a menos

    Confira a distância do Corinthians para os principais concorrentes ao título brasileiro

    ver detalhes
  • Moisés, que deve ser titular contra a Chape, com Pedrinho durante treino no CT

    Liberação de Marciel no Corinthians não deve alterar substituto de Arana em Chapecó

    ver detalhes
  • Corinthians é líder mundial nas redes sociais

    Corinthians é a entidade esportiva com melhor performance nas redes sociais do mundo, diz estudo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes