Multicampeão, preparador físico do Corinthians explica métodos de trabalho

6.2 mil visualizações 37 comentários

Por Meu Timão

Fábio Mahseredjian (à esquerda) é um dos profissionais que atuam ao lado do técnico Tite

Fábio Mahseredjian (à esquerda) é um dos profissionais que atuam ao lado do técnico Tite

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Um dos responsáveis pela campanha do líder Corinthians no Campeonato Brasileiro é Fábio Mahseredjian. Preparador físico do clube e da Seleção Brasileira, o profissional desenvolve a condição física dos atletas, promovendo o aumento de massa magra, reduzindo o percentual de gordura e impulsionando a velocidade.

“Futebol não é ciência. Mas a ciência pode melhorar o nível do futebol”, explica Mahseredjian, em entrevista ao programa Globo Esporte. “O atleta está muito consciente das suas necessidades. Ele sabe que isso não é um castigo, é um investimento, ele treinar bem para desempenhar dentro de campo”, acrescenta.

Mestre e doutor pela Escola Paulista de Medicina, ele se mantém atualizado sobre a área da Educação Física. “É uma busca constante e incessante de melhorar minha capacidade profissional. O que eu fazia na década de 90, na década de 2000 eu já não faço. No ano de 2005 eu mudei. No ano de 2010 eu mudei de novo, e agora eu mudo novamente. Você vai aprimorando seus conhecimentos e mudando por vez sua metodologia de treinamento”, conta.

O trabalho desempenhado por Mahseredjian é umas das principais armas da comissão técnica do Corinthians - criticado por suas más atuações no início da temporada, Vagner Love foi afastado pelo técnico Tite para aprimorar a parte física. Após o período longe dos gramados, readquiriu a boa forma e já é o quarto artilheiro do Brasileirão.

Por meio dos treinamentos do preparador, a equipe corinthiana pôde conquistar cinco títulos de expressão: Campeonato Brasileiro (2005 e 2011), Copa Libertadores da América e Mundial de Clubes da FIFA (2012) e Recopa Sul-Americana (2013). Já pelo Brasil, ele venceu a Copa América (2007) e a Copa das Confederações (2009).

“Treinamento desportivo se faz na primeira pessoa do plural. Ninguém é único, sempre somos nós, na vitória e na derrota. As derrotas são doídas, as feridas doem. E a vitória é pra você curtir com todos. Nós curtimos, nós ganhamos e nós perdemos”, conclui o especialista.

Veja Mais:

  • Gobbi foi presidente do Corinthians de 2012 a 2015

    Em nova enquete do Meu Timão, Gobbi desponta como favorito à presidência do Corinthians; confira

    ver detalhes
  • Lucca rescindiu seu contrato antecipadamente e não é mais jogador do Corinthians

    Tentativa do Corinthians com Lucca não dá certo e jogador rescinde contrato antecipadamente

    ver detalhes
  • Michel Huff detalhou a situação do trio corinthiano nesse retorno aos treinos

    Preparador do Corinthians detalha situações de Sidcley, Everaldo e Jô após retorno dos treinos

    ver detalhes
  • Jô segue o trabalho separado do grupo no CT Joaquim Grava

    Jô separado e trabalho em grupos: veja como foi o segundo dia de treino com bola no Corinthians

    ver detalhes
  • Camacho e Cantillo foram os volantes mais utilizados por Tiago Nunes no primeiro semestre de 2020

    Com a ascensão de Roni, elenco do Corinthians chega a seis volantes; Tiago Nunes utiliza apenas dois

    ver detalhes
  • Mauro Silva disputou 104 jogos e anotou oito gols pelo Corinthians

    Ex-atacante do Corinthians recorda 'altos e baixos' em 1990 e exalta homenagem em uniforme do clube

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: