Relembre ex-jogadores que viveram reencontros marcantes com a Fiel

Relembre ex-jogadores que viveram reencontros marcantes com a Fiel

Por Meu Timão

Atualmente no Flamengo, os atacantes Emerson Sheik e Paolo Guerrero jogaram no Corinthians até maio deste ano. Assim que os dois jogadores se transferiram ao clube carioca, a diretoria alvinegra fez um acordo com o presidente Eduardo Bandeira de Mello, garantindo que os ex-corinthianos não entrassem em campo na partida válida ainda pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Neste domingo, porém, os dois jogadores reencontrariam pela primeira vez a Fiel, usando desta vez a camisa do adversário. O reencontro divide opiniões da torcida: enquanto Sheik saiu em "bons termos" com os corinthianos, Guerrero, antigo ídolo, ganhou fama de mercenário e a antipatia dos torcedores.

Emerson Sheik, porém, "escapou" da partida: o atacante foi julgado pelo STJD e recebeu três jogos de suspensão. Guerrero, porém, entra em campo e vai ter que encarar a pressão na Arena. O jogador, porém, não foi o primeiro a ter que encarar a Fiel: o MEU TIMÃO separou uma lista de reencontros de antigos ídolos.

Relembre outros jogadores que reencontraram a Fiel

Marcelinho

Depois de sua última passagem pelo Corinthians, em 2006, Marcelinho Carioca defendeu o Santo André. Logo após o primeiro reencontro com a torcida do Timão, o jogador, que havia trocado de camisa com um companheiro corinthiano, afirmou que o manto alvinegro era como uma segunda pele, enaltecendo os anos que passou no Timão. A Fiel também soube agradecer o jogador, e gritou seu nome no Pacaembu, fazendo com que ele fosse até a grade para agradecer o carinho. Ao responder o que o Corinthians representava, não hesitou: "Representa todo o sucesso, toda uma conquista, respeito, amor, amizade, é tudo de bom!".

Casagrande

Após sua primeira passagem no Parque São Jorge, entre 1982 e 1986, Casagrande passou pelo Porto, de Portugal, e pelo Ascoli e Torino, da Itália, antes de chegar ao Flamengo, onde reencontraria o Corinthians. Na partida, o centroavante entrou em campo achando que seria vaiado pela torcida corinthiana, porém, foi surpreendido pelos elogios da Fiel. A partir deste momento, Casagrande afirmou que sua passagem no clube carioca mudou completamente, elegendo esta ocasião como uma das mais marcantes de sua carreira no futebol.

Liedson

Apesar de já ter passado o ano de 2003 no Corinthians, Liedson marcou história no Parque São Jorge entre 2011 e 2012, até que foi embora para o Flamengo. No entanto, na partida que marcou seu reencontro com o Timão, foi até o banco de reservas alvinegro e fez questão de cumprimentar todos os seus ex-companheiros, e o abraço mais emocionante foi com o técnico Tite.

Elias

Mais um jogador alvinegro foi parar no Flamengo. Dessa vez, o volante Elias foi aplaudido e ouviu seu nome sendo aclamado pela Fiel, em uma partida entre Timão e Flamengo, no Pacaembu, válida pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro de 2013. Nesta mesma ocasião, Chicão, também ex-Timão, foi reverenciado pelos corinthianos.

Ronaldo Giovanelli

Em dez anos no Corinthians - 1988 a 1998 -, Ronaldo Giovanelli fez 602 jogos pelo Timão. O camisa 1, porém, deixou o Parque São Jorge e passou a vestir a camisa do Fluminense em 1998, onde não conquistou o mesmo êxito que no Corinthians. Porém, a Fiel o tem como um grande ídolo até hoje, sempre lembrando das conquistas do Campeonato Paulista em 1988, 1995 e 1997; do Campeonato Brasileiro em 1990; e da Copa do Brasil em 1995.

Veja Mais:

  • Hotel onde a delegação portuguesa está hospedada em São Petersburgo, na Rússia

    Corinthians brinca nas redes sociais com Cristiano Ronaldo hospedado em hotel chamado Corinthia

    ver detalhes
  • Carille tem contrato com o Corinthians até o fim de 2017

    Permanência de Carille no Corinthians em 2018 não está garantida; entenda o porquê

    ver detalhes
  • Pedro Henrique foi uma das baixas do Corinthians no treino desta sexta

    Com dois desfalques, Corinthians se reapresenta já de olho em duelo contra Grêmio

    ver detalhes
  • Jô pode não viajar até a cidade de Tunja, na Colômbia

    Corinthians deve poupar jogadores e pode ter vários jovens da base na Colômbia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes