Gil revela propostas para sair e explica escolha pelo Corinthians

Gil revela propostas para sair e explica escolha pelo Corinthians

Por Meu Timão

Gil preferiu o Corinthians a outros clubes

Gil preferiu o Corinthians a outros clubes

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O início da atual temporada foi conturbado para o Corinthians. Com duas eliminações seguidas - do Campeonato Paulista e da Libertadores -, saídas de jogadores importantes e uma situação financeira longe da ideal, o clube também esteve na iminência de perder outros atletas. Foi o que revelou Gil, em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo.

O zagueiro alvinegro, no clube desde 2013, admitiu que recebeu propostas de outros times, confirmando as especulações que aconteceram na época.

"Recebi várias propostas, mas optei por ficar porque o clube precisava de mim. Não me arrependo. Agradeço a confiança dos outros jogadores que também preferiram ficar", expôs Gil.

No entanto, o zagueiro corinthiano explicou sua escolha por permanecer no clube do Parque São Jorge, contando quem teve um papel essencial nesse período conturbado do Timão.

"Sentimos muito a queda da Libertadores, mas o Tite trabalhou a parte psicológica do grupo e demos a volta por cima. O importante foi a força que o grupo teve de assimilar o mais rápido possível aquela eliminação. Depois de saídas de Guerrero, Emerson, Fábio Santos e Petros, conversamos entre nós porque queríamos saber se mais jogadores iriam deixar o clube", disse.

"Depois, o Tite conversou comigo, Cássio, Renato Augusto e Vagner Love sobre propostas para sair", concluiu Gil, enfatizando a importância do técnico Tite para a equipe alvinegra.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Pelada registrada no Amapá, onde Caio presenciou o tradicional 'futilama'

    Do Amapá à Antártida: torcedor do Corinthians, fotógrafo percorre o mundo em busca de peladas

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes