Polícia usa gás de pimenta em torcedores do Timão em Minas Gerais

Polícia usa gás de pimenta em torcedores do Timão em Minas Gerais

Por Meu Timão

2.7 mil visualizações 30 comentários Comunicar erro

Um princípio de confusão marcou o início do jogo entre Corinthians e Atlético-MG. A Tropa de Choque, tentando controlar os alvinegros que tentavam comprar ingressos, usou até gás de pimenta na porta do Independência.

A confusão começou um pouco antes do ônibus da delegação do Timão chegar. Sem ingressos para visitantes na bilheteria, já que toda a carga foi comprada pela diretoria alvinegra, a polícia optou por usar gás de pimenta para tirar os torcedores que se aglomeraram em frente o estádio.

Segundo informações do LANCENET!, que está no local, até um criança foi atingida pelo gás e chorou muito. A própria polícia ofereceu água e prestou socorro ao jovem torcedor.

Na sequência, a Tropa de Choque ajudou a afastar os torcedores da região da bilheteria. Ainda segundo informações de quem está na porta do estádio, os torcedores atleticanos tacaram objetos em direção ao ônibus do Timão na chegada ao Independência.

O jornalista do GloboEsporte.com, Marcelo Braga, registrou uma imagem dos torcedores que foram contidos com bombas de gás na avenida em frente ao estádio.

Veja Mais:

  • Jair falou com os jornalistas antes de comandar último treino antes de decisão

    Jair não revela escalação do Corinthians para decisão contra Flamengo

    ver detalhes
  • Vazou nas redes sociais suposta imagem da nova terceira camisa do Corinthians

    Vaza foto da nova terceira camisa do Corinthians nas redes sociais; veja os detalhes

    ver detalhes
  • Díaz foi convocado antes mesmo de estrear pelo Corinthians

    Dupla do Corinthians é convocada pelo Paraguai e pode perder eventual final da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Arena Corinthians já exibiu 12 mosaicos e prepara bonita festa contra o Flamengo

    Arena Corinthians prepara seu 13º mosaico contra o Flamengo; tema deve enaltecer a Fiel

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes