Tite é alvo de cusparadas e pede ajuda à arbitragem contra torcedores do Atlético-MG

Tite é alvo de cusparadas e pede ajuda à arbitragem contra torcedores do Atlético-MG

Por Meu Timão

Debaixo do calor de 32ºC, Tite precisou de casaco para se proteger de cusparadas

Debaixo do calor de 32ºC, Tite precisou de casaco para se proteger de cusparadas

Foto: Reprodução / TV

O técnico Tite não teve vida fácil no estádio Independência neste domingo. Assim que entrou no gramado e se locomoveu até o banco de reservas, o treinador foi alvo de cusparadas dos torcedores mineiros.

Apesar do vidro que separa a arquibancada do gramado, os torcedores atleticanos conseguiram atingir o treinador, que procurou a arbitragem para reclamar. Tite conversou com Anderson Daronco, o quarto árbitro.

"Só não quero prejudicar o Corinthians, fazer o meu trabalho e não ficar à mercê de cusparada", declarou o treinador, ao canal Premiere.

Depois de conversar com o árbitro, o técnico precisou se proteger dos torcedores sem noção. Mesmo com o forte calor que fez em Belo Horizonte, cerca de 32 graus, Tite colocou um casaco com capuz.

Por volta dos 25 minutos da primeira etapa, o técnico Levir Culpi, do Atlético, pediu para que os torcedores mineiros respeitassem o técnico do Timão. Logo após, por pedido do quarto árbitro, a organização do Independência colocou seguranças no local onde os torcedores estavam tentando atingir Tite.

A revolta dos torcedores do Atlético-MG não é apenas por ele ser o técnico adversário. Tite tem uma história no time mineiro. Em 2005, foi contratado para comandar a equipe no Brasileirão, mas não conseguiu bons resultados e o time acabou sendo rebaixado para a Série B.

Veja Mais:

  • Corinthians/Americana pode não voltar a quadra no segundo semestre

    Campeão nacional, Corinthians/Americana chega ao fim, diz jornal

    ver detalhes
  • De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Cicinho, hoje no futebol búlgaro, deve pintar como reforço do Corinthians

    Final da Copa da Bulgária separa Corinthians de segunda contratação para o Brasileirão-2017

    ver detalhes
  • Pequeno torcedor conheceu também o xeque Al-Khelaifi, dono do clube francês

    Em Paris, torcedor-mirim surpreende xeique do PSG e pede contratação de atacante do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes