Corinthians x Vasco da Gama

Pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Corinthians vai perdendo do Vasco da Gama

Acompanhe ao vivo

Por amor ao Timão, Malcom revela que recusou proposta de rival paulista

Por amor ao Timão, Malcom revela que recusou proposta de rival paulista

Por Meu Timão

10 mil visualizações 60 comentários Comunicar erro

Malcom optou por permanecer no Corinthians, time do seu coração

Malcom optou por permanecer no Corinthians, time do seu coração

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Um dos jovens jogadores do elenco corinthiano que provavelmente será campeão brasileiro pela primeira vez nesse ano, o atacante Malcom revelou que, por amor ao Timão, chegou a recusar até proposta de rival quando ainda jogava nas categorias de base.

Malcom explicou que estava com dificuldades para acertar a renovação do seu contrato com o Timão e, por isso, foi sondado pelo São Paulo. Por amor ao time do seu coração e de toda a sua família, o atacante optou por ficar no clube.

"Na base, eu estava com dificuldade pra renovar meu contrato e surgiu a proposta do São Paulo. Acabei rejeitando porque (o Corinthians) é meu time de coração, time da minha família. Sempre convivi com a minha família, eu ia ficar longe, alojado e iria vê-los de vez em quando. Então decidi ficar no Corinthians e continuar meu trabalho", explicou o jogador, em entrevista ao Bate Bola, da ESPN Brasil.

Depois de escolher o Corinthians, Malcom viu sua vida mudar. Sem muitas oportunidades do ano passado, o atacante vai terminar o campeonato como titular absoluto e importante peça no elenco alvinegro.

"Ano passado eu fiz muito poucos gols, cheguei a fazer dois no ano. Esse ano, o professor Tite colocou na minha cabeça que eu tinha que entrar mais na área, apesar dele ter um padrão de jogo que os atacantes pelas beiradas acompanham (a marcação) até o final. E, mesmo acompanhando, eu pude estar fazendo alguns gols e ajudando a equipe", comentou o jogador, sobre o que mudou de um ano para o outro.

"Eu amadureci bastante do ano passado pra esse ano, na base eu acompanhava até o meio de campo e ficava nas costas do lateral pra atacar, não fazia muito esforço pra marcar. Aqui no profissional tudo mudou, acompanho até o final, foi um ano que vai ficar marcado na minha carreira", finalizou.

Veja Mais:

  • Corinthians joga por vaga na final da Copinha

    Corinthians encara o Vasco em busca de vaga na final da Copinha; acompanhe em tempo real

    ver detalhes
  • Nathan foi do inferno ao céu nos primeiros 45 minutos da semifinal contra o Vasco

    Nathan perde gol feito, se redime e ganha mensagem de Boselli em rede social

    ver detalhes
  • Léo Santos está de volta ao time titular; Corinthians busca primeira vitória após volta de Carille

    Carille saca Marllon e define Corinthians para jogo contra Guarani

    ver detalhes
  • Gustagol estará outra vez no comando de ataque corinthiano; Carille leva 21 jogadores

    Sem Boselli e Manoel, Carille relaciona 21 jogadores para duelo com Guarani

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes