Presidente corinthiano vê férias antecipadas como prêmio por dever cumprido

Presidente corinthiano vê férias antecipadas como prêmio por dever cumprido

Por Meu Timão

5.7 mil visualizações 93 comentários Comunicar erro

Roberto de Andrade aprova férias antecipadas em caso de título mais cedo

Roberto de Andrade aprova férias antecipadas em caso de título mais cedo

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, se mostrou a favor de dar férias antecipadas ao elenco alvinegro depois da confirmação do título do Campeonato Brasileiro. Isso pode acontecer já a partir desse final de semana.

Roberto, porém, é cauteloso. Segundo ele, primeiro é preciso vencer dentro de campo. Depois, ele acredita que as férias mais cedo possam garantir mais dias de pré-temporada.

"Eu não posso pensar no Corinthians pensando nos outros. Primeiro nós temos que ganhar do Coritiba e acontecer um resultado que não for a vitória do Atlético-MG pra gente se sagrar campeão e aí nós vamos sentar e vamos conversar. Caso todo mundo opte por darmos férias, ganharmos 15 dias de pré-temporada, eu não estou preocupado com ninguém. Cada um faça sua parte. Se eu tenho direito de voltar mais cedo no ano que vem pra poder preparar meu time melhor, porque que eu não vou fazer?", declarou o mandatário, em entrevista ao programa Seleção, do canal SporTV.

"Eu digo pros meus filhos o seguinte. Eu tenho três filhos e eles sempre foram os últimos a entrar de férias porque ficavam de recuperação. Eu falava: ‘Vocês não estão de férias porque não quiseram. Se tivessem estudado melhor, estariam de férias 15 dias antes de todo mundo’. Então é a mesma coisa, o Corinthians vai fazer o que é melhor pra ele", completou Roberto, usando os filhos como exemplo.

Questionado se dar férias para o elenco antes do fim do Campeonato Brasileiro, não prejudicaria a competição como um todo, Roberto foi sincero.

"Você tem desfalques durante o ano e ninguém tem dó de você. Se você perdeu jogadores pra Seleção e não pode jogar, o jogo está marcado e você tem que jogar. O Corinthians tem um grupo qualificado de 30 atletas. Alguém pode achar que são reservas, eu não entendo assim, o treinador também não entende assim, escala aquilo que ele acha que tem de melhor", finalizou o presidente.

Veja Mais:

  • Na segunda partida da temporada, Corinthians de Carille já conheceu o sabor da derrota

    Corinthians marca no início, mas leva virada e sofre primeira derrota no Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Gustagol sobe de cabeça contra zaga do Guarani; camisa 19 é ponto alto do Timão

    Gustagol é eleito craque, e trio de defensores decepciona na primeira derrota do Corinthians em 2019

    ver detalhes
  • Argentino Mauro Boselli já treina com bola e pode estrear no fim de semana

    Carille é cauteloso, mas não descarta estreia de Boselli contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Arana voltou a atuar pelo Sevilla, mas segue na mira do Corinthians

    Duílio garante que rumo das negociações não mudam após Arana voltar a atuar pelo Sevilla

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes