De volta, dupla de laterais do Corinthians comenta disputa de posição no time titular

2.7 mil visualizações 30 comentários

Por Meu Timão

Recuperados de lesão, Fagner e Uendel concederam entrevista coletiva nesta sexta-feira

Recuperados de lesão, Fagner e Uendel concederam entrevista coletiva nesta sexta-feira

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Após um longo período no departamento médico do Corinthians, Fagner e Uendel estão à disposição do técnico Tite. A dupla de laterais participou normalmente do jogo-treino contra o Red Bull Brasil, nesta sexta-feira, e não demonstrou qualquer incômodo físico. Titular da lateral esquerda, Uendel comentou o sentimento de retornar aos gramados.

“Complicado ficar fora, ainda mais por lesão. Ainda mais grave, ficamos quase 50 dias fora, eu fiquei mais que o Fagner. A gente quer estar junto, ajudar, ainda mais neste momento bom. Foi bom ter os dois um dando força para o outro. Seria muito ruim passar o que passamos, sábado, domingo, na folga, sozinhos”, explicou o camisa 6.

Homem de confiança de Tite, Uendel acumula boas partidas com a camisa alvinegra nesta temporada. Porém, no dia 16 de setembro, diante do Internacional, ele teve de ser substituído após sofrer uma grave lesão na coxa esquerda. Antes descartado, o jovem Guilherme Arana, única opção para o setor, não sentiu a pressão e deu conta do recado.

Por isso, o experiente lateral ainda não sabe se vestirá o colete de titular nos próximos treinos no CT Joaquim Grava. “Falei que meu objetivo era ter saúde. Sobre posição, o campo vai dizer. Hoje não senti nada, foi uma grande felicidade. Temos mais treinos e Tite vai ver quem está melhor preparado. O mais importante é a gente estar bem”, afirmou.

Curiosamente, Fagner se encontra na mesma situação que o camisa 6. O lateral-direito está longe dos campos deste o jogo contra o Figueirense, disputado em setembro – ele sofreu uma lesão muscular na coxa direita e, assim como Uendel, quer jogar contra o Vasco, na próxima quinta.

“O fato de você estar lesionado já te deixa triste. Então tentei focar na recuperação. O quanto antes eu estivesse de volta seria melhor. Tudo tem seu tempo e sua maneira de acontecer. Estou evoluindo e isso quem vai decidir é o professor”, discursou o camisa 23, que ainda admitiu: acompanhar o Corinthians pela televisão não é tarefa fácil.

“Torcer é pior. No jogo você está envolvido e pode mudar alguma coisa. De fora você vê como torcedor e não pode fazer nada. Foi bom estar os dois fora. Demos força um ao outro”, finalizou. Nesta sexta, o elenco alvinegro contou com a visita do brasileiro Paulo Orlando, primeiro campeão da MLB (Major League Baseball). Em tom de brincadeira, a dupla respondeu se o atleta teria espaço no Timão. “Se não for lateral, pode vir”, brincou.

Veja Mais:

  • Último jogo do Corinthians foi no dia 15 de março, com Arena vazia

    FPF define data para retorno do Paulistão e aguarda aval das autoridades para anunciar retomada

    ver detalhes
  • Primeiras imagens das novas joias do Corinthians treinando com Tiago Nunes | G. Pereira, Roni, Ruan e Donelli

    VÍDEO: Primeiras imagens das joias do Corinthians com Tiago Nunes: G. Pereira, Roni, Ruan e Donelli

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez aguarda dinheiro de Pedrinho, mas transferência do meia ao Benfica-POR já estará contabilizada no balancete de 2020

    Corinthians prepara balancete de 2020 e incluirá dívida de mais de R$ 20 milhões com J. Malucelli

    ver detalhes
  • Léo Santos fez o trabalho com o restante do grupo

    Léo Santos volta a treinar normalmente com bola no Corinthians e vibra: 'Nem consegui dormir'

    ver detalhes
  • Léo Natel jogou emprestado no futebol do Chipre

    Léo Natel inicia bateria de exames e já tem data limite para ser anunciado pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Maria Luiza, de 2, e Felipe, de 5 anos, já têm seus respectivos totens na Arena Corinthians

    Filhos de Cássio estarão na arquibancada da Arena Corinthians após paralisação

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: