Com naming rights, Timão pode reduzir pagamento de empréstimo do BNDES em quatro anos

Com naming rights, Timão pode reduzir pagamento de empréstimo do BNDES em quatro anos

Por Meu Timão

Receita do Naming Rights será usada para abater a dívida do empréstimo do BNDES

Receita do Naming Rights será usada para abater a dívida do empréstimo do BNDES

Foto: Meu Timão

Além de dar um nome ao estádio corinthiano, o acerto do naming rights pode diminuir, consideravelmente, o prazo para a quitação das dívidas da construção da Arena Corinthians. Segundo o portal da revista Época, todo a verba arrecadada com a venda do naming rights tem que ser destinada para abater o empréstimo feito com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Se o Corinthians fechar a venda dos NRs (estimado em R$ 400 milhões, pagos anualmente em parcelas de R$ 20 milhões), o clube tem duas opções a cada vez que o cheque do patrocinador cair na conta. A primeira seria a redução do valor da parcela do financiamento, suavizando o fluxo de caixa do clube. A segunda opção seria diminuir o número de parcelas restantes, diminuindo consideravelmente o prazo da dívida, inicialmente em 13 anos, podendo cair para nove anos.

Além do empréstimo do BNDES, o Timão tem outros custos da Arena Corinthians para quitar que resultam num montante de cerca de 1 bilhão de reais. Ainda assim, a estimativa do clube é de quitar a dívida antes mesmo desses nove anos. Para isso, outras receitas como o tour da Arena e a venda dos CIDs são essenciais.

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes