Relembre os 40 jogadores que vestiram a camisa do Corinthians em 2015

Relembre os 40 jogadores que vestiram a camisa do Corinthians em 2015

Por Meu Timão

Esse ano foi inesquecível para o torcedor corinthiano. Após um primeiro semestre marcado pelas eliminações no Campeonato Paulista e na Libertadores, a segunda metade do ano mostrou a força do elenco alvinegro e a inteligência do técnico Tite. Em toda a temporada, 40 jogadores vestiram a camisa alvinegra e entraram em campo pelo Timão. Alguns da base, outros já deixaram o clube e outros estavam na festa do hexacampeonato.

Relembre os 40 jogadores que vestiram a camisa do Corinthians em 2015

Goleiros

Cássio - O melhor jogador de sua posição no Campeonato Brasileiro, ele teve papel importante na conquista do hexacampeonato. Suas boas atuações o levaram de volta à Seleção Brasileira, e Cássio ainda se tornou o quinto goleiro com mais jogos pelo Corinthians (com 207 jogos). Cássio atuou em 63 partidas, sendo todas como titular - tem um aproveitamento de 68%.

Walter - O camisa 27 é homem de confiança nas ausências de Cássio. Ele atuou em partidas importantes na temporada, como contra o Palmeiras no Campeonato Paulista ou contra o Atlético-MG, no Brasileirão. Walter atuou em dez partidas, sendo oito como titular - tem um aproveitamento de 83%.

Matheus Vidotto - A jovem promessa do Timão estreou como profissional no amistoso contra o ABC, em comemoração aos 100 anos do clube potiguar. Em maio, ele renovou o seu contrato por mais três anos. Matheus Vidotto atuou em uma partida, não entrou como titular - tem um aproveitamento de 100%.

Laterais Direitos

Edílson - Chegou no inicio do ano, após ser dispensado do Botafogo. O jogador fez bons jogos no primeiro semestre, que lhe renderam a renovação de contrato por mais dois anos. Apesar disso ele foi questionado em alguns momentos no Campeonato Brasileiro, mas com a lesão do titular Fagner, ele deu a volta por cima e encerrou bem o ano. Edílson atuou em 33 partidas, sendo 22 como titular - tem um aproveitamento de 73%.

Fagner - Titular incontestável da posição, ele iniciou muito bem o ano, marcando gols pela Libertadores e servindo os companheiros. Junto de todo o time, o jogador caiu de produção ao final do primeiro semestre, mas voltou a jogar bem na conquista do Brasileirão. Apesar de ter uma lesão que comprometeu o seu final de ano, ele terminou a temporada sendo um dos principais nomes do time titular. Fagner atuou em 51 partidas, sendo 49 como titular - tem um aproveitamento de 67%.

Samuel - Com apenas 17 anos, o jovem lateral estreou no time profissional contra o ABC. Ele vem sendo peça importante nas categorias de base, atuando em jogos do time Sub-20 e do Sub-17. Samuel atuou em uma partida, não entrou como titular - tem um aproveitamento de 100%.

Fabio Santos - Atuando pelo Corinthians desde 2011, o experiente jogador deixou o clube no meio do ano. Ele começou bem a temporada, mas sua atuação contra o Guarani-PAR, no qual Fabio foi expulso, fez com que terminasse de forma negativa a sua passagem pelo Timão. Em junho ele foi liberado para o Cruz Azul-MEX. Fabio Santos atuou em 17 partidas, foi titular em todas - tem um aproveitamento de 63%.

Guilherme Arana - Após conquistar a Taça São Paulo, em janeiro, o lateral recebeu uma proposta para atuar no Atlético-PR. Mas com a saída de Fabio Santos, o jovem de 18 anos voltou ao Parque São Jorge, onde acabou o ano sendo titular da equipe. Guilherme Arana atuou em 12 partidas, sendo dez como titular - tem um aproveitamento de 83%.

Uendel - Começou a temporada no banco de reservas, mas com a saída de Fabio Santos para o futebol mexicano, o lateral tornou-se o titular. Suas boas atuações impressionaram, no entanto, o jogador ficou lesionado boa parte do segundo turno, voltando a atuar apenas nas últimas rodadas.

Zagueiros

Edu Dracena - O veterano chegou do Santos no inicio do ano. Inicialmente seria o titular do time, mas suas atuações a baixo da média e a ascensão de Felipe, fizeram com que ele permanecesse no banco durante o ano de 2015. Edu Dracena atuou em 33 partidas, sendo 26 como titular - tem um aproveitamento de 71%.

Felipe - No Corinthians desde 2012, ele teve sua primeira temporada como titular do inicio ao fim. O zagueiro teve boas atuações na conquista do Campeonato Brasileiro, apesar da falha na Libertadores. Com o crescimento de produção, ele conseguiu algumas sondagens do exterior e o Corinthians faz de tudo para segurar o defensor. Felipe atuou em 50 partidas, sendo 49 como titular - tem um aproveitamento de 67%.

Gil - Ele já se tornou ídolo da torcida, sendo o jogador mais regular do elenco durante todo 2015. Com apresentações acima da média no Campeonato Brasileiro inteiro, o zagueiro também foi presença garantida na Seleção Brasileira. Gil atuou em 58 partidas, sendo titular em todas - tem um aproveitamento de 67%.

Pedro Henrique - Atuou apenas na primeira partida do ano, contra o Colônia-ALE. Depois disso o zagueiro foi emprestado ao Bragantino, onde não teve muitas chances de atuar. O jogador retornou ao clube alvinegro e conquistou o Campeonato Paulista Sub-20. Pedro Henrique fez uma partida no ano, não foi titular - tem um aproveitamento de 0%.

Rodrigo Sam - Outro jovem da base, que começou o ano conquistando a Taça São Paulo. Subiu ao profissional e foi o único jogador da copinha a ser inscrito no Paulistão. Estreou no time principal diante do XV de Piracicaba, no empate por 2 a 2. Rodrigo Sam atuou em duas partidas, sendo titular em uma - tem um aproveitamento de 67%.

Yago - Após retornar de empréstimo no inicio do ano, o zagueiro virou a quarta opção de zaga do elenco. Sempre que foi exigido desempenhou bem o seu papel, principalmente quando entrou improvisado na lateral esquerda, durante o Campeonato Brasileiro. Yago atuou em 18 partidas, sendo 13 como titular - tem um aproveitamento de 80%.

Volantes

Bruno Henrique - Sendo reserva no inicio da temporada, o meio-campista chegou a ganhar a posição de Ralf. No entanto, ele teve uma lesão que o afastou de boa parte do Campeonato Brasileiro, fazendo com que o antigo dono da posição virasse titular absoluto novamente. No final de novembro ele ainda marcou o seu primeiro gol no Brasileiro, contra o São Paulo, no jogo dos 6 a 1. Bruno Henrique atuou em 42 partidas, sendo 28 como titular - tem um aproveitamento de 64%.

Cristian - Veterano que ficou seis anos na Turquia. Retornou ao clube onde ele fez sucesso em 2009, mas as lesões e a ascensão dos outros volantes fizeram com que ele fosse reserva o ano inteiro. Cristian atuou em 26 partidas, sendo 14 como titular - tem um aproveitamento de 74%.

Elias - Começou 2015 voando, fazendo gols contra Once Caldas-COL e São Paulo pela Libertadores. O camisa sete manteve as boas atuações em boa parte da temporada, principalmente na campanha do hexacampeonato. Elias atuou em 45 partidas, sendo 43 como titular - tem um aproveitamento de 69%.

Gustavo Viera - Paraguaio, indicado por Gamarra, estreou no time principal no jogo em Natal, contra o ABC. Pelas categorias de base ele foi campeão do Paulista Sub-20 e ainda disputou o Sul-Americano Sub-20, pelo Paraguai. Gustavo Viera atuou em uma partida, não foi titular - tem um aproveitamento de 100%.

Marciel - Considerado por muitos o melhor jogador da Copinha, ele foi chamado ao time principal apenas no começo do Brasileirão (em virtude da limitação nas inscrições de jogadores no estadual). Surpreendeu com as boas atuações diante do Fluminense (no qual ele marcou seu primeiro gol como profissional) e do Palmeiras. Marciel atuou em cinco partidas, sendo 4 como titular - tem um aproveitamento de 73%.

Ralf - O camisa cinco começou o ano jogando parelho ao resto do time, com atuações boas na Libertadores e no Paulistão. Mas as eliminações fizeram com que o volante perdesse a vaga de titular para Bruno Henrique. Ele voltaria a ser titular ainda no primeiro turno do Brasileirão (com a lesão de Bruno), e comandou a defesa alvinegra até a ultima rodada, sagrando-se bicampeão brasileiro pelo Corinthians, desta vez levantando a taça. Ralf atuou em 60 partidas, sendo 46 como titular - tem um aproveitamento de 72%.

Meias

Danilo - Em seu sexto ano com a camisa do Corinthians, o experiente meia não teve grandes apresentações, exceção ao jogo contra o Palmeiras (no Campeonato Paulista, tendo feito um gol) e contra o São Paulo (no Brasileirão, dando uma assistência de letra para o gol do Lucca). Mesmo assim ele renovou o contrato e permanece no time em 2016. Danilo atuou em 53 partidas, sendo 13 como titular - tem um aproveitamento de 68%.

Lodeiro - O uruguaio começou o ano na titularidade. Mas ainda na pré-temporada, o Boca Juniors-ARG fez uma proposta e contratou o meio-campista. Lodeiro atuou em 3 jogos, sendo todos como titular - tem um aproveitamento de 67%.

Matheus Vargas - Camisa dez na Copa São Paulo, o meia estreou no profissional no amistoso contra o ABC. Matheus Vargas atuou em uma partida, não foi titular - tem um aproveitamento de 100%.

Petros - O meia era titular absoluto em 2014, mas com a chegada do Tite, o meia acabou perdendo espaço. No inicio do Brasileirão ele foi negociado junto ao Real Bétis-ESP, para sanar uma divida que o Corinthians tinha com seu empresário, Fernando Garcia. Petros atuou em 27 partidas, sendo 15 como titular - tem um aproveitamento de 70%.

Jadson - Mesmo após um inicio de ano conturbado pelas eliminações e por uma proposta chinesa, Jadson deu a volta por cima e foi um dos destaques do elenco alvinegro. Artilheiro do Corinthians em 2015, com 16 gols, o meia liderou o time no hexacampeonato, formando a melhor dupla de meias no Brasil, ao lado de Renato Augusto. Jadson atuou em 59 partidas, sendo 54 como titular - tem um aproveitamento de 68%.

Matheus Pereira - O jogador mais novo do elenco foi uma das surpresas na lista de pré-temporada nos EUA. No entanto ele não atuou contra nos amistosos do inicio de 2015, estreando apenas contra o ABC, em julho. Matheus Pereira atuou em três jogos, sendo dois como titular - tem um aproveitamento de 67%.

Renato Augusto - Eleito o melhor jogador do Campeonato Brasileiro, o meio-campista teve sua melhor temporada como profissional. Com a chegada de Tite, ele começou a entrosar com Jadson, e juntos formaram uma bela dupla. Apesar dos números discretos, Renato sempre ajudou o time, e quando não atuava, o Timão sentia muito a falta do camisa oito. Renato Augusto atuou em 52 partidas, sendo 51 como titular - tem um aproveitamento de 67%.

Rodriguinho - Retornou de empréstimo no meio do ano, sem nunca ter engrenado com a camisa do Corinthians, ele recebeu mais uma chance com Tite. O meia não decepcionou e foi bem quando entrou em campo, principalmente no jogo contra a Ponte Preta, no qual o jogador fez um belo gol para empatar a partida. Rodriguinho atuou em 13 partidas, sendo oito como titular - tem um aproveitamento de 72%.

Atacantes

Ángel Romero - Desde 2014 no Corinthians, o paraguaio ainda não conseguiu desempenhar um bom futebol. Seus estrelatos em 2015 foram nos jogos contra o Cruzeiro (primeiro do Campeonato Brasileiro, com gol marcado por Angel) e São Paulo (na histórica goleada, em que ele marcou dois gols e foi considerado o melhor jogador da partida). Angel Romero atuou em 18 partidas, sendo sete como titular - tem um aproveitamento de 61%.

Emerson Sheik - Campeão da Libertadores e Mundial em 2012, o veterano retornou ao Timão no inicio da temporada (após ser dispensado pelo Botafogo). Sheik sempre foi homem de confiança do técnico Tite, e começou o ano sendo titular absoluto, ajudando o time na primeira fase da Libertadores. Porém seu contrato se encerrou em julho e o atacante acertou com o Flamengo, para a disputa do Brasileirão. Emerson Sheik atuou em 20 partidas, sendo 17 como titular - tem um aproveitamento de 73%.

Guerrero - O peruano começou o ano com status de melhor centroavante do país. Sendo o destaque alvinegro na pré-temporada e na Libertadores, ele não chegou a um acordo com a diretoria e deixou o Timão ao término de contrato. Assim como Emerson Sheik, o atacante foi para o Flamengo, onde amarga meses de seca de gols e com atuações fracas. Guerrero atuou em 21 partidas, sendo 20 como titular - tem um aproveitamento de 73%.

Léo Jabá - Promessa da base, ele ainda atua no Sub-17, mas recebeu sua primeira chance no jogo amistoso contra o ABC. Cotado para ser um dos grandes jogadores alvinegros em um futuro próximo, o atacante deve ser promovido após a Taça São Paulo de 2016. Léo Jabá atuou em uma partida, não foi titular - tem um aproveitamento de 100%.

Lincom - Chegou no meio do Campeonato Brasileiro para ser mais uma opção de centroavante (que só tinha o Vagner Love)). Com um empréstimo curto até o final de dezembro, o jogador não teve muitas chances e provavelmente deixará o Corinthians. Lincom atuou em três partidas, nenhuma como titular - tem um aproveitamento de 67%.

Lucca - A mais grata surpresa do Corinthians nessa temporada, o atacante vindo do Criciúma caiu nas graças da Fiel, marcando gols importantes diante do Coritiba, Atlético-MG e São Paulo. Em pouco tempo de clube, ele já ganhou o troféu de gol mais bonito do Brasileirão e o Corinthians já demonstra interessa na compra em definitivo do atacante. Lucca atuou em dez partidas, sendo duas como titular - tem um aproveitamento de 80%.

Luciano - Quase foi outro a acertar com o Flamengo em 2015, o camisa 18 começou o ano em baixa com a torcida. No entanto, sua redenção veio na metade do Campeonato Brasileiro, em poucas partidas o jogador fez gols decisivos que colocou o Corinthians na liderança. Apesar de ter tido boas atuações, ele sofreu uma lesão no joelho que o tirou do resto do campeonato. Luciano atuou em 21 partidas, sendo dez como titular - tem um aproveitamento de 68%.

Malcom - Não esteve presente na pré-temporada, atuando pela Seleção Sub-20. Quando retornou voltou para o banco de reservas, sendo opção para Emerson Sheik. Mas com a saída do veterano para o Flamengo, o menino assumiu a vaga de titular e não saiu mais, sendo campeão pela primeira vez em sua carreira. Malcom atuou em 46 partidas, sendo 38 como titular - tem um aproveitamento de 71%.

Mendoza - Destaque no futebol indiano, o colombiano foi contratado sobre a desconfiança de muitos torcedores. Mesmo sendo um dos jogadores mais velozes do elenco, ele não convenceu e foi emprestado ao Chennaiyin-IND. Mendoza atuou em 29 partidas, sendo 15 como titular - tem um aproveitamento de 64%.

Rildo - Vindo para ser uma válvula de escape em meio as saídas de Sheik e Guerrero, o atacante até começou jogando bem e agradando o time. Mas em sua segunda partida como titular, aos três minutos de jogo, o atacante saiu de campo lesionado, e não voltaria até o final do Campeonato Brasileiro. Rildo atuou em 13 partidas, sendo duas como titular - tem um aproveitamento de 79%.

Vagner Love - O atacante chegou no Parque São Jorge em fevereiro, após atuar no futebol chinês. Ele demorou muito para engrenar no Timão, marcando apenas dois gols em todo o primeiro semestre. A sua volta por cima veio em grande estilo, tornando-se o artilheiro do time no Campeonato Brasileiro, com 14 gols, e sendo peça fundamental no esquema de Tite. Love também divide a artilharia da temporada com Jadson, ambos com 16 gols. Vagner Love atuou em 50 partidas, sendo 39 como titular - tem um aproveitamento de 69%.

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes