Torcedor do Timão é detido com nove bombas em São Januário

Torcedor do Timão é detido com nove bombas em São Januário

Por Meu Timão

Torcida do Timão já lota espaço destinado para os visitantes em São Januário

Torcida do Timão já lota espaço destinado para os visitantes em São Januário

Foto: Marco Bello

O clima de guerra previsto para o jogo entre Corinthians e Vasco na noite desta quinta-feira quase tornou-se real. Um torcedor do Timão foi detido com nove bombas de fabricação caseira na entrada do estádio São Januário.

O torcedor foi detido no momento em que passava pela revista na portaria do estádio, para tentar entrar no jogo. Ele foi encaminhado para o Juizado Especial Criminal, dentro de São Januário.

"Fizemos um trabalho de revista no meio da estrada. Ele veio de algum outro ponto e tentou entrar no estádio, na mesma hora foi identificado e encaminhado pra delegacia", explicou o Major Silvio Luiz, do Grupamento Especial de Policiamento de Estádios (Gepe), ao portal UOL Esporte.

Apesar disso, não houve outros grandes problemas na chegada dos ônibus de torcida ou de jogadores ao estádio. O policiamento foi reforçado e tudo correu de maneira tranquila. Toda a torcida do Timão que tem ingressos para o jogo já está dentro de São Januário aguardando a partida começar.

Veja Mais:

  • Desfalque diante do Vitória, Pablo está recuperado e deve viajar a Goiânia

    Treino do Corinthians tem rachão com 'morte súbita', 'desafio' a Clayson e disputa de pênaltis

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes
  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes
  • Para presidente corinthiano, aporte da Crefisa no Palmeiras é 'ponto fora da curva'

    'Desleal', diz Roberto de Andrade sobre apoio da Crefisa ao arquirrival do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes