Jogador rival rebate repórter: 'Não fomos nós que decidimos o campeonato'

Jogador rival rebate repórter: 'Não fomos nós que decidimos o campeonato'

Por Meu Timão

Kardec jogou no Santos, no Palmeiras e no São Paulo; só não passou pelo Timão

Kardec jogou no Santos, no Palmeiras e no São Paulo; só não passou pelo Timão

Apesar do empate com o Vasco na noite desta quinta-feira, o Corinthians conquistou o Campeonato Brasileiro. Isso aconteceu, pois, o Atlético-MG, segundo colocado e único time que poderia ter impedido o título nessa rodada, perdeu para o São Paulo no Morumbi.

Por isso, alguns antis afirmaram que o Timão só foi campeão por causa do São Paulo. Dono de dois dos gols da vitória do time do Morumbi, o atacante Alan Kardec rebateu o repórter ao ser questionado sobre isso e exaltou a campanha do Corinthians no Brasileirão.

"Graças a nossa vitória, não, por méritos do Corinthians. Tem que dar os parabéns. Tem que dar méritos a isso, não a nossa vitória. Não fomos nós que decidimos o campeonato", decretou o atacante do São Paulo, em entrevista ao SporTV.

Curiosamente, essa não é a primeira vez que Kardec marca um gol que interfere na história do Corinthians. Ao contrário dessa vez, que foi de maneira positiva, em 2007, no ano do rebaixamento para a Série B, foi ele que marcou o gol da vitória do Vasco em cima do Timão no Pacaembu.

Veja Mais:

  • Thiago Duarte chegou a chorar após a partida por conta do erro

    Árbitro retifica súmula do clássico entre Corinthians e Palmeiras

    ver detalhes
  • Rodriguinho segue no aguardo da renovação de seu contrato

    Reunião não define renovação de Rodriguinho com Corinthians; novo encontro é a esperança

    ver detalhes
  • Tchê Tchê afirmou que teria dado tapa na cara de Gabriel em confusão

    Volante do Palmeiras comemora expulsão de Gabriel: 'Eu já ia ter dado um tapa'

    ver detalhes
  • Kazim aplicou um belo chapéu em Felipe Melo no clássico

    Corinthians divulga vídeo com belos chapéus de Romero e Kazim no Dérbi; confira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes