Mesmo sem incidentes entre torcidas, Vasco pode levar punição por partida contra Timão

Mesmo sem incidentes entre torcidas, Vasco pode levar punição por partida contra Timão

Por Meu Timão

Corinthians foi bem recebido em São Januário e até agradeceu por meio de seu presidente

Corinthians foi bem recebido em São Januário e até agradeceu por meio de seu presidente

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

A expectativa para o jogo entre Corinthians e Vasco em São Januário não era das melhores. Depois de todo o clima hostil que foi criado nas últimas semanas, tudo correu muito bem e não houve incidentes entre os torcedores.

Porém, um ato no final da partida pode prejudicar o Vasco na reta final do Campeonato Brasileiro. O árbitro do jogo, Anderson Daronco, relatou na súmula que um copo de plástico foi atirado pela torcida carioca em direção ao trio de arbitragem.

"Após o término do primeiro tempo da partida, quando a equipe de arbitragem se dirigia em direção ao acesso do túnel de entrada dos vestiários, presenciamos o arremesso de um copo plástico contendo um líquido não identificado, na direção dos árbitros, oriundo do setor de arquibancada destinado a torcida da equipe do Vasco, não tendo atingido qualquer pessoa", escreveu o árbitro na súmula.

Por conta disso, o Vasco pode ser denunciado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no artigo 213, que pune a equipe que "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir o lançamento de objetos no campo". A punição pode ser de um a dez mandos de campo, além de uma multa.

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, aproveitou a coletiva nesta sexta-feira para agradecer aos torcedores e a diretoria do Vasco pela recepção em São Januário. Por conta de ameaças de torcedores na internet, a preocupação era muito grande.

"Aproveitando a pergunta, quero agradecer a toda a diretoria do Vasco, presidente Eurico Miranda, pela recepção em São Januário. Não tivemos um único problema sequer. A PM do Rio eu também agradeço. E à torcida do Vasco. Não teve problema de violência, nem mesmo quando comemoramos. Nada de anormal", declarou o mandatário do Timão.

Veja Mais:

  • Desfalque diante do Vitória, Pablo está recuperado e deve viajar a Goiânia

    Treino do Corinthians tem rachão com 'morte súbita', 'desafio' a Clayson e disputa de pênaltis

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes
  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes
  • Para presidente corinthiano, aporte da Crefisa no Palmeiras é 'ponto fora da curva'

    'Desleal', diz Roberto de Andrade sobre apoio da Crefisa ao arquirrival do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes