Andrés revela que não conteve o choro em encontro com Tite após o título

Andrés revela que não conteve o choro em encontro com Tite após o título

Por Meu Timão

Em 2011, Andrés Sanchez bancou a permanência de Tite em meio à eliminação precoce na Libertadores

Em 2011, Andrés Sanchez bancou a permanência de Tite em meio à eliminação precoce na Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Superintendente de futebol do Corinthians, Andrés Sanchez revelou neste sábado que a comemoração da conquista do Campeonato Brasileiro foi emocionante. Após o empate em 1 a 1 com o Vasco, na última quinta-feira, o dirigente se encontrou com o técnico Tite, um dos responsáveis pela campanha vitoriosa do Timão, e não conteve o choro.

“Quando ele veio, eu falei que não podia chorar. Mas eu mesmo chorei no último jogo, então caiu a tese por água abaixo. O diferencial do Tite é o ser humano. Isso é muito importante, o carinho, o respeito, o olho no olho com os atletas”, explicou Sanchez, que concedeu entrevista coletiva neste sábado, no CT Joaquim Grava.

A parceria de sucesso vem de longa data. Em 2010, Andrés, então presidente do clube alvinegro, demitiu Adílson Batista e anunciou a contratação de Tite, que comandava o Al-Wahda, dos Emirados Árabes. Com a precoce eliminação na Libertadores, o cartola bancou a permanência do treinador em meio a cobranças de parte da torcida e pressão da imprensa.

“Ele faz um bom trabalho, é competente, é bem relacionado com todos os jogadores, isso ajuda no dia a dia”, disse Sanchez após a derrota do Corinthians para o Tolima, da Colômbia. No mesmo ano, porém, o técnico dirigiu a equipe alvinegra ao pentacampeonato brasileiro. Já em 2012, conquistou a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes.

Veja Mais:

  • Fora dos planos do Timão, Cristian é alvo do Jorge Wilstermann

    'De canto' no Corinthians, dupla é procurada por clube boliviano que está na Libertadores

    ver detalhes
  • Corinthians e Chapecoense dividem liderança da atual edição da Série A

    Chapecoense vence e empata com Corinthians na liderança do Brasileirão; veja a tabela

    ver detalhes
  • Castán pertence á Roma, mas jogou a última temporada pelo Torino, também da Itália

    Com reunião agendada na Itália, pai de Castán não descarta retorno do zagueiro ao Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes