Autor do sexto gol da partida, Cristian aceita banco e nega descanso: 'Tem dois jogos ainda'

Autor do sexto gol da partida, Cristian aceita banco e nega descanso: 'Tem dois jogos ainda'

Por Meu Timão

Cristian foi o autor do sexto gol do Corinthians na partida

Cristian foi o autor do sexto gol do Corinthians na partida

Foto: Reprodução / TV

O volante Cristian viveu um domingo inesquecível no Corinthians. Reserva durante toda a temporada, o meio-campista entrou no segundo tempo e marcou, de pênalti, o sexto gol da vitória do Timão sobre o São Paulo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na comemoração, ele repetiu um gesto conhecido da torcida alvinegra.

“Foi diferente. Mas o que vale é que a equipe jogou bem e mereceu a vitória”, afirmou Cristian, que cruzou os braços e mostrou os dedos médios, assim como em 2009 - ao marcar um golaço de fora da área contra o mesmo São Paulo, pela semifinal do Campeonato Paulista, o jogador mostrou o gesto obsceno aos torcedores rivais pela primeira vez.

Após a partida, Cristian falou sobre a emoção de ser campeão em seu retorno ao clube alvinegro. “Não sei se titular, mas a equipe é muito madura. Ninguém fica com biquinho. Hoje mesmo, comigo foi prova disso, o Ralf entrou, jogou, ele estava jogando e nem por isso fiquei 'bravinho'. O que vale nesse grupo é o respeito, independente de quem for jogar ou não”, acrescentou.

Apesar da goleada, a maior da Arena Corinthians e do histórico do Majestoso, o volante declarou que pretende disputar os últimos dois jogos para, quem sabe, mostrar futebol e ganhar uma vaga no time titular na próxima temporada. “Férias não. Tem mais dois jogos”, finalizou.

Veja Mais:

  • Fiel já garantiu 20 mil ingressos para duelo contra o Botafogo

    Corinthians divulga primeira parcial de ingressos contra o Botafogo na Arena

    ver detalhes
  • Paulinho, perto do Barcelona (ESP), em uma das visitas ao CT Joaquim Grava

    Maior venda da história do Corinthians, Paulinho renderá mais dinheiro com ida ao Barcelona

    ver detalhes
  • Me desculpa, Cássio!

    [Mayara Munhoz] Me desculpa, Cássio!

    ver detalhes
  • Romarinho dá a cavadinha, encobre Orión e empata a primeira final na Bombonera

    Gol de Romarinho na Bombonera faz cinco anos: 'Marcado na minha vida e na história do Corinthians'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes