Ex-jogador do São Paulo, Denílson lamenta goleada: 'Nunca passei tanta vergonha'

Ex-jogador do São Paulo, Denílson lamenta goleada: 'Nunca passei tanta vergonha'

Por Meu Timão

Denílson nunca passou tanta vergonha na vida

Denílson nunca passou tanta vergonha na vida

Foto: Reprodução TV

Ex-jogador do São Paulo e comentarista no programa Jogo Aberto, da Band, Denílson lamentou a 'sacolada' do Corinthians contra o São Paulo por 6 a 1, na Arena Corinthians. A goleada, que foi a maior da história do clássico, foi aplicada pelos reservas do Timão enquanto os titulares comemoravam o hexacampeonato no banco de reservas e assistiam o passeio corinthiano em cima do rival.

Em tom deprimente, Denílson comentou nunca ter passado tanta vergonha na vida:

"Já tem oito anos que eu parei de jogar futebol e eu não lembro de ter passado, como jogador profissional, a vergonha que eu estou passando hoje. Que vergonha! Tomara que os jogadores do São Paulo estejam passando mais vergonha do que eu", disse o ex-atacante, no programa desta segunda-feira.

Além de sofrer com a goleada, o comentarista ainda teve que aguentar as brincadeiras dos seus colegas de trabalho, entre eles Ronaldo Giovanelli, ex-goleiro e ídolo do Corinthians.

Veja Mais:

  • Desfalque diante do Vitória, Pablo está recuperado e deve viajar a Goiânia

    Treino do Corinthians tem rachão com 'morte súbita', 'desafio' a Clayson e disputa de pênaltis

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes
  • Nenê foi oferecido nos últimos dias para a diretoria do Corinthians

    Nenê é oferecido ao Corinthians; até troca com dois jogadores alvinegros é sugerida

    ver detalhes
  • Desde agosto no Leganés, Luciano atuou em 27 jogos e marcou quatro gols, um deles sobre o Real Madrd

    Com sondagens de México e Turquia, corinthiano Luciano tem semana decisiva na Espanha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes