Após lesão, Rildo participa de coletivo no Corinthians pela primeira vez

Após lesão, Rildo participa de coletivo no Corinthians pela primeira vez

Rildo participou do coletivo nesta quinta-feira

Rildo participou do coletivo nesta quinta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O coletivo do Corinthians desta quinta-feira contou com uma boa novidade: o atacante Rildo atuou normalmente, na posição de coringa, durante a atividade.

O atacante não entra em campo desde setembro, quando sofreu uma luxação acromioclavicular no ombro esquerdo. Ele foi operado e iniciou o tratamento, que teria duração de cerca de dois meses. A recuperação, no entanto, não foi como esperada e o jogador só começou a trabalhar com bola nos últimos dias.

Trabalhando aos poucos, nesta quinta-feira, então, ele ganhou sua primeira chance. Foi o coringa no coletivo comandando por Matheus Bacchi e pelos auxiliares do Corinthians. Jogou por toda a atividade sem problemas.

Após o fim do coletivo, Rildo deixou o treino mais cedo, acompanhado do goleiro Cássio. A cena não preocupa. Esse é um tratamento tradicional feito pela comissão técnica para quem está voltando de lesão.

Apesar do retorno, o jogador não deve participar do último jogo da temporada, contra o Avaí, neste domingo. Sendo assim, o atacante, que chegou em agosto deste ano, só deve voltar a jogar pelo Timão em janeiro, durante a pré-temporada.

Veja Mais:

  • Jogadores usaram máscaras em brincadeira do Corinthians

    Em clima de Carnaval, Corinthians provoca e dá máscaras para Gabriel e Maycon

    ver detalhes
  • Vitor Hugo publicou vídeo nesta quinta-feira

    Em rede social, Vitor Hugo publica vídeo com pedido de desculpas a Pablo; confira

    ver detalhes
  • Corinthians e Santos ainda não se enfrentaram em 2017

    FPF altera horário do clássico entre Corinthians e Santos na Arena

    ver detalhes
  • Thiago Duarte Peixoto será afastado dos gramados e passará por avaliação na FPF

    Após assumir erro, árbitro de Dérbi é afastado e passa por avaliação na FPF

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes