Saiba por onde andam os 23 jogadores que conquistaram o Mundial de 2012

Saiba por onde andam os 23 jogadores que conquistaram o Mundial de 2012

Corinthians tinha 23 atletas no Japão para a conquista do Mundial

Corinthians tinha 23 atletas no Japão para a conquista do Mundial

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Há exatos três anos, no dia 16 de dezembro de 2012, o Corinthians conquistava o seu segundo título mundial, no Japão. Após derrotar o Chelsea por 1 a 0, Timão ergueu o troféu para a felicidade da nação alvinegra.

Em campo, naquele dia, estavam: Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Jorge Henrique; Emerson Sheik e Paolo Guerrero. No entanto, 23 jogadores viajaram com a delegação para o Japão.

Alguns ainda estão no Corinthians, outros aposentados, outro em rivais. Nesse dia tão importante na memória do torcedor, o Meu Timão relembra cada jogador que integrou o elenco no Japão e onde eles estão nos dias atuais.

Confira por onde andam os campeões do Mundial de 2012

Técnico Tite

Multicampeão, o treinador já é considerado por muitos o maior da história do Corinthians. Depois de conquistar o tão esperado título da Copa Libertadores em 2012, de maneira invicta, Tite também comandou a equipe no Japão. Após uma temporada regular em 2013, deixou o time e passou um ano sabático estudando e se aprimorando. O resultado foi positivo: voltou em 2015 e conquistou o hexacampeonato brasileiro.

Goleiro: Cássio

Cássio ganhou a vaga de Julio Cesar naquele ano, no Paulistão e durante as oitavas de final da Copa Libertadores. O goleiro foi decisivo para a conquista do Mundial no Japão. Desde então, ele é titular incontestável do Timão e foi eleito o melhor goleiro do Brasileirão em dezembro deste ano.

Goleiro: Julio Cesar

Formado nas categorias de base do Corinthians, Julio Cesar perdeu a posição naquele ano para o goleiro Cássio, durante a disputa do Campeonato Paulista. Sendo assim, ele viu o seu companheiro ser campeão da Libertadores e do Mundial. Sem espaço, foi emprestado ao Náutico até o fim de seu vínculo com o Timão. Em janeiro de 2015, acertou em definitivo com a equipe pernambucana. Agora, negocia sua renovação.

Goleiro: Danilo Fernandes

Cria das categorias de base do Parque São Jorge, disputou apenas 27 partidas pelo Corinthians. Foi integrado ao elenco profissional do Corinthians em 2008, sob o comando de Mano Menezes. Campeão da Libertadores e do Mundial, o goleiro não teve seu contrato renovado no Timão no fim de 2014. Em janeiro deste ano, assinou por dois anos com o Sport. Terminou a temporada eleito como um dos melhores goleiros do Brasil.

Lateral: Alessandro

O lateral-direito foi o capitão da conquista do Mundial no Japão. Foi ele que levantou a taça do título. No ano seguinte, Alessandro anunciou sua aposentadoria dos gramados, mas nunca se desligou do Corinthians. Atualmente, ele é o coordenador de futebol do Timão e um dos responsáveis pelas mudanças nas categorias de base alvinegra durante essa temporada.

Lateral: Fábio Santos

Fábio Santos chegou ao Corinthians em 2011 e assumiu a lateral esquerda após a saída de Roberto Carlos. Colocou seu nome de vez na história alvinegra ao vencer o Boca Juniors e, mais tarde, o Chelsea, no Japão. Ídolo do Timão, acertou sua transferência ao Cruz Azul, do México, em junho deste ano. Antes de sair, recebeu uma bela homenagem na Arena Corinthians.

Lateral: Guilherme Andrade

Com 26 anos, Guilherme Andrade nunca conseguiu fazer sucesso no Corinthians. Chegou ao Timão em 2012 e só vestiu a camisa em 26 partidas. Uma série de lesões o impediram de seguir jogando. No início do ano foi emprestado ao Sport, mas foi devolvido após nova lesão. Ficou no Timão sem ser usado e foi emprestado ao Ceará. Novamente foi devolvido por lesão. Seu contrato era válido apenas até dezembro deste ano, mas a diretoria renovou por mais seis meses para que ele possa terminar a recuperação nas dependências do Corinthians.

Zagueiro: Chicão

Chicão era conhecido como o xerife do Corinthians. Se tornou o homem de confiança de Tite e imprescindível nas conquistas da Libertadores e do Mundial. Após deixar o Timão em 2013, o zagueiro teve rápidas passagens por Flamengo e Bahia. Em agosto deste ano, o jogador acertou com o Delhi Dynamos, da Índia. A equipe é comandada pelo ex-jogador Roberto Carlos, que também passou pelo Timão.

Zagueiro: Paulo André

Paulo André chegou ao Corinthians por empréstimo do Le Mans, da França, em julho de 2009. Sua boa técnica o fez ganhar chances na equipe de Tite, sobretudo no Campeonato Brasileiro, quando recebeu a Bola de Prata 2011 da revista Placar. Campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes, acertou com o Shanghai Shenhua, da China. Em fevereiro, decidiu retornar ao Brasil e acertou com o Cruzeiro, onde permanece no banco de reservas.

Zagueiro: Wallace

Campeão continental pelo Alvinegro em 2012, Wallace nunca conseguiu demonstrar um futebol que o rendesse uma vaga no time titular. Com a chegada de novos atletas, o beque rescindiu seu vínculo com o clube do Parque São Jorge e assinou com o Flamengo no ano seguinte.

Zagueiro: Anderson Polga

Campeão do mundo pela Seleção Brasileira em 2002, Anderson Polga chegou ao Corinthians em 2012, após oito anos atuando no Sporting, de Portugal. Não conseguiu espaço na equipe, tendo Chicão e Paulo André como titulares em sua posição, e só entrou em campo em três partidas. No fim de dezembro, seu contrato chegou ao fim e não foi renovado. Na sequência, Polga anunciou a aposentadoria.

Zagueiro: Felipe

O zagueiro campeão brasileiro pelo Corinthians nesse ano estava lá no Japão. No banco de reservas, Felipe acompanhou a vitória alvinegra e comemorou a conquista. Ele chegou ao Timão no fim de 2011, mas não participou do elenco da Libertadores. Depois do Mundial, foi campeão do Paulista e da Sul-Americana em 2013, mas sempre no banco. Somente nessa temporada, sob o comando de Tite, o zagueiro conseguiu se destacar. Terminou o ano como um dos melhores zagueiros do Brasil e sondado por grandes clubes do exterior.

Volante: Ralf

Um dos campeões que ainda estão no elenco atual do Corinthians. Ralf se tornou ídolo da Fiel por sua dedicação e raça dentro de campo. São seis títulos desde sua chegada ao Parque São Jorge e a marca incrível de nunca ter sido expulso de um jogo. Depois da conquista do hexacampeonato, o volante negociou e acertou a sua renovação por mais duas temporadas.

Volante: Paulinho

Paulinho entrou para a equipe em 2010, após se destacar no Campeonato Brasileiro pelo Bragantino. Em 2012, foi um dos principais jogadores na conquista da Libertadores e do Mundial. No ano seguinte, o volante foi vendido ao Tottenham, da Inglaterra, por R$ 53 milhões, mas não conseguiu ter o mesmo sucesso. Curiosamente, o volante está no Japão onde disputa a semifinal do Mundial de Clubes pelo Guangzhou Evergrande, da China.

Volante: Willian Arão

O volante só foi inscrito no Mundial porque a Fifa não liberou a ida de Guilherme, que tinha sido contratado após o fim da janela de transferência. No elenco desde 2011, Willian teve poucas chances no Timão e foi emprestado por diversas vezes. Passou por Portuguesa, Chapecoense, Atlético-GO e Botafogo. O time carioca acertou com ele em definitivo para a disputa da Série B e, agora, Arão assinou com o Flamengo para 2016.

Volante: Edenílson

Polivalente, Edenílson atuava como volante e lateral-direito. Chegou ao Timão em 2011 e, aos poucos, se tornou fundamental para a conquista do Brasileirão. No ano seguinte, conquistou a titularidade, mas acabou perdendo a posição para Alessandro após uma fratura no pé. Completou 100 partidas pelo Corinthians em 2013, ano em que foi vendido à Udinese, da Itália, por 3,5 milhões de euros.

Meia: Douglas

O experiente meia-atacante retornou ao Timão em fevereiro de 2012. Permaneceu boa parte da Copa Libertadores na reserva devido às boas atuações de Alex e Danilo. Campeão do torneio, conquistou a titularidade no Brasileirão e se sagrou campeão do Mundial, no Japão. No início de 2014, foi emprestado ao Vasco até o término de seu vínculo com o Corinthians. Atualmente, vive boa fase no Grêmio.

Meia: Danilo

Outro campeão mundial que segue no elenco. Danilo foi um dos principais nomes do Timão na Libertadores, que garantiu a vaga para o Mundial. Tranquilo e frio, o armador foi decisivo pelos gols marcados e pela inteligência dentro de campo. Mesmo como reserva, ele segue na equipe e foi um dos jogadores que mais atuou nessa temporada, entrando sempre no segundo tempo dos jogos. No fim deste ano, renovou o seu vínculo com o Corinthians por mais uma temporada.

Meia: Giovanni

Giovanni foi uma das surpresas na lista dos inscritos para o Mundial. O meia, revelado nas categorias de base do Corinthians, permaneceu no banco de reservas, mas fez parte do elenco. Começou 2013 com altas expectativas após as boas atuações no fim de 2012, mas não conseguiu render o que era esperado. Com a chegada de Renato Augusto e Alexandre Pato, perdeu ainda mais espaço e foi emprestado para a Ponte Preta. Nos últimos anos ainda passou por Portuguesa, São Bento e Atlético-PR.

Atacante: Emerson Sheik

Depois de ter sido o nome do Corinthians na conquista da Libertadores, Sheik também teve boa participação no Mundial. Após polêmicas extracampo e poucas oportunidades com Mano Menezes, Emerson foi emprestado ao Botafogo. Em 2015, retornou ao Parque São Jorge, sendo decisivo na pré-Libertadores. Com o término de seu contrato em junho, assinou com o Flamengo.

Atacante: Paolo Guerrero

Desconhecido no Brasil, tendo jogado apenas no Peru e na Alemanha, Guerrero chegou ao Corinthians em julho de 2012 para substituir Liédson. Foi o grande destaque do Mundial de Clubes, marcando o gol da vitória contra o Chelsea, na final. Se tornou um ídolo da torcida alvinegra, foi eleito o melhor atacante do Brasileirão em 2014, mas encerrou sua passagem no Timão de maneira negativa. Depois de uma longa novela no início deste ano, deixou o clube, já tendo acertado sua transferência para o Flamengo.

Atacante: Jorge Henrique

Jorge Henrique chegou ao Corinthians em 2009 para formar o ataque com Ronaldo Fenômeno. Foi destaque na conquista da Libertadores e no Mundial do mesmo ano. Em 2013, acertou sua transferência ao Internacional de Porto Alegre. Em agosto deste ano, acertou com o Vasco da Gama e foi rebaixado com a equipe para a Série B.

Atacante: Juan Manuel Martínez

Outro estrangeiro que chegou ao Corinthians após a conquista da Copa Libertadores em 2012. Revelado no Vélez Sársfield, o atacante fez parte da conquista do Mundial, mas não ficou satisfeito. Pediu para ser liberado e acertou com o Boca Juniors, que até hoje tem uma dívida com o Timão por essa compra. Atualmente está no Real Salt Lake, dos Estados Unidos.

Atacante: Romarinho

Depois de ser um dos destaques na conquista da Copa Libertadores da América, Romarinho fez parte do elenco alvinegro no Japão. Em setembro de 2014, o atacante, que até então era desconhecido no Brasil, foi negociado com o Al-Jaish, do Catar, por 8 milhões de euros.

Veja Mais:

  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes
  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Alessandro é homem de confiança do presidente corinthiano

    Diretor de futebol refuta saída de Alessandro do Corinthians: 'Picuinha'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes