Rivalidade nos clássicos de SP é tema de jogadores em partida beneficente

Rivalidade nos clássicos de SP é tema de jogadores em partida beneficente

Por Meu Timão

Lucca retorna para São Paulo, nesta quinta- feira, para dar andamento em sua negociação com o Timão

Lucca retorna para São Paulo, nesta quinta- feira, para dar andamento em sua negociação com o Timão

Foto: Daniel Augusto Jr - Agência Corinthians

Considerado Talismã e grande destaque na conquista do Campeonato Brasileiro pelo Corinthians, o meia-atacante Lucca, novato no futebol paulista, esteve ao lado do ex-jogador do São Paulo Aloísio e de Amaral, que atuava pelo Palmeiras, em uma partida beneficente, em Palmas, no estado do Tocantins. Após o jogo, os atletas falaram sobre a rivalidade presente nos clássicos paulistas.

Em um período de empréstimo para o Timão, Lucca foi decisivo, e agora inicia a negociação com o seu clube Criciúma para, quem sabe, atuar pelo time alvinegro em 2016. Sobre a rivalidade nos jogos entre os grandes de São Paulo, o jogador acredita que o respeito deve permanecer entre os atletas, dentro e fora de campo.

"Acho que não tem muito isso mais. Dentro de campo cada um vai defender o seu pão e fora dele a gente se respeita. O respeito entre os jogadores prevalece sempre", disse ao GloboEsporte.com

Com uma passagem marcante do Tricolor, entre 2005 e 2008, Aloísio também comentou sobre a rivalidade, e afirma que muita coisa mudou entre os jogadores.

"Os caras estão se respeitando mais, antes não tinha esse respeito. Mas naquela época era muito bom, existia um motivo a mais para entrar em campo, o que deixava o torcedor mais empolgado quando vencia para tirar onda com o adversário. Até me lembro de uma decisão entre Palmeiras e Corinthians que acabou em confusão com Edilson e o Paulo Nunes. Mas a rivalidade é bom porque motiva bastante o jogador."

Já Amaral, vê uma grande amizade entre os atletas, hoje em dia, e por esse motivo não acredita na rivalidade, que era tão presente nas décadas de 80 e 90.

"Agora é outra história. Antigamente era mais difícil, você olhava Palmeiras, São Paulo, Corinthians e Santos, a rivalidade era maior e atualmente tem uma amizade entre os jogadores rivais o que não tinha muito no passado."

Na ocasião, Aloísio não mediu elogios a joia do Timão. Para ele, o atacante tem talento para atuar nos grandes clubes da Europa.

"Craque de bola. Torço para ele sempre se destacar no futebol. É um jogador que tem capacidade de chegar no Barcelona, Real e qualquer outro dos grandes da Europa. Na hora que o Corinthians precisou, ele estava preparado. Parabéns irmão! E que você possa conquistar mais títulos ainda e dar alegria para a torcida, seus amigos, familiares e sua cidade natal. Ele já é um grande campeão pela humildade e o futebol que vem mostrando", elogiou Chulapa.

Veja Mais:

  • Mesmo com Jô, Timão não foi páreo para Flamengo na tarde deste domingo

    Sonolento, Corinthians leva três no primeiro tempo e é derrotado pelo Flamengo

    ver detalhes
  • Após revés, Timão foi aplaudido por torcedores presentes na Ilha do Urubu

    Volante beira nota zero, e Giovanni é eleito o melhor do Corinthians em derrota

    ver detalhes
  • Danilo fica no Corinthians por mais uma temporada

    Carille confirma renovação do contrato de Danilo com Corinthians

    ver detalhes
  • Balbuena e Romero, os paraguaios do Corinthians

    Romero se torna o estrangeiro com mais jogos na história do Corinthians; Balbuena chega ao 100º

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes