Hoje treinador, Tcheco enaltece torcida corinthiana e recorda busca por Libertadores

9.1 mil visualizações 45 comentários

Por Meu Timão

Tcheco (à esquerda) disputou 26 partidas pelo Timão e não marcou nenhum gol

Tcheco (à esquerda) disputou 26 partidas pelo Timão e não marcou nenhum gol

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

A passagem de Tcheco pelo Parque São Jorge foi curta, mas intensa. No fim de 2009, o então meio-campista foi anunciado pela diretoria alvinegra como reforço para a disputa da Libertadores. Quase seis anos depois de vestir o manto corinthiano, o hoje treinador das divisões de base do Coritiba exaltou a Fiel torcida.

“Eu acho a força da torcida faz o Corinthians sempre ficar forte. Ainda mais agora com seu estádio. Principalmente depois que o Corinthians caiu para a segunda divisão, ele levou um tombo, mas soube se levantar, voltou para a primeira divisão e se preparou melhor ainda”, afirmou Tcheco ao portal Goal Brasil.

A contratação de Tcheco foi solicitada por Mano Menezes, treinador do Corinthians na época. Apesar da confiança, o atleta recebeu poucas oportunidades e não conseguiu demonstrar um futebol que o rendesse a titularidade. Ainda assim, o ex-meia recorda a busca incessante do time paulista pelo título da maior competição de clubes da América.

“Quando eu estava lá, se via muito nos bastidores (o pensamento) 'a gente tem que classificar para Libertadores', pois se você está na Libertadores, automaticamente está brigando por um título. Ou se você está no Brasileiro, lutando pela Libertadores, uma hora você vai ser campeão”, acrescenta.

“Então, o Corinthians tinha esse pensamento, foi o que aconteceu com o Corinthians, conquistou o Mundial, os Brasileiros”, finalizou. Reserva de Danilo, Tcheco foi emprestado ao Coritiba em setembro de 2010. Após duas temporadas na equipe paranaense, decidiu encerrar a carreira de jogador e dar início à trajetória como técnico.

“Depois que eu parei, eu fiquei como auxiliar do profissional, foi um aprendizado muito grande, pois aprendemos como se fosse um estagiário privilegiado, pois você acaba observando os treinadores de nome e foi muito bom”, conclui. Atualmente, ele comanda a categoria Sub-23 do Coxa.

Veja Mais:

  • Giuliano será apresentado pelo Corinthians nesta quarta-feira

    Corinthians marca apresentação virtual de meia Giuliano; saiba mais

    ver detalhes
  • Giuliano completa nesta terça-feira exatos 100 dias sem entrar em campo; meia-atacante entrou em campo pela última vez no longínquo dia 25 de abril, quando atuou pelo Basaksehir, da Turquia

    Giuliano completa exatos 100 dias sem jogar; reforço do Corinthians se prepara para estreia

    ver detalhes
  • Jacinto Antônio Ribeiro, o "Jaça", conselheiro vitalício do clube, e pivô de conflito com Brazil nas últimas semanas; Márcio Bittencourt, ex-jogador e ex-treinador da base do clube

    Desentendimento na base do Corinthians separa Sub-23 das demais categorias; entenda

    ver detalhes
  • Sylvinho tem 16 jogos no comando do Corinthians, com mais derrotas (seis) do que vitórias (quatro), além de seis empates; saldo de gols também é negativo (12x16) e o aproveitamento é de 37,5%

    Pressão sobre Sylvinho aumenta no Corinthians; dois fatores jogam a favor do treinador

    ver detalhes
  • Ousado chegou ao Corinthians Free Fire em janeiro

    Técnico do Corinthians Free Fire abre o jogo sobre a saída de Ousado

    ver detalhes
  • Bloqueio é referente a valores não pagos à Federação das Associações de Atletas Profissionais

    Corinthians tem quase R$ 2 milhões bloqueados pela Justiça por dívida com programa social

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x