Andrés diz que Jadson não tinha 'nem o que pensar' sobre a China

Andrés diz que Jadson não tinha 'nem o que pensar' sobre a China

Por Meu Timão

Andrés falou sobre a saída de Jadson do Corinthians

Andrés falou sobre a saída de Jadson do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O superintendente de futebol do Corinthians, Andrés Sanchez, sempre foi conhecido por sua sinceridade. Neste sábado, ele mostrou novamente que fala o que pensa ao comentar a saída do meia Jadson para a China.

"Ele mandou uma mensagem, eu falei para ele: 'Jadson, 2 milhão (sic!) por mês, leva até eu junto!'. A China, um cara que vai ganhar 2 milhões por mês, não tem nem o que pensar", ressaltou Andrés.

"Talvez pela cultura lá ele vai sofrer nos próximos dois anos. Mas sofrer com 40 milhões no bolso é bonito", completou, de maneira bem direta, durante o evento Sangue Corinthiano na Arena.

Um dos principais jogadores do Corinthians na temporada, o meia Jadson acertou sua transferência para o Tianjin Quanjian, da China, na última sexta-feira. O jogador vai render cerca de R$ 6 milhões ao Corinthians e deve receber mais de 1 milhão de reais de salário por mês.

No evento realizado na Arena Corinthians, o superintendente de futebol também falou sobre a foto do atacante Paulinho, do Flamengo, usando a camisa do Timão, e sobre os naming rights do estádio alvinegro.

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes