Com controle absoluto da equipe, Tite revela detalhes de seu retorno ao Corinthians

Com controle absoluto da equipe, Tite revela detalhes de seu retorno ao Corinthians

Por Meu Timão

Tite revelou os motivos que o trouxeram de volta ao Corinthians

Tite revelou os motivos que o trouxeram de volta ao Corinthians

Foto: Agência Corinthians

A temporada de 2015 foi de coroação para o técnico Tite. Considerado pela maioria dos admiradores de futebol o melhor treinador da atualidade, o comandante revelou detalhes de sua negociação, que ocorreu no início de 2015, com o Corinthians.

"Voltei por um aspecto de lealdade, eu perguntei 'Qual é o projeto, o que que tu pensas do Corinthians em relação a mim'. E ele, Roberto de Andrade, me respondeu 'Tite, estamos retomando um trabalho. Não queremos te contratar pelo que você fez no passado, mas sim o que pode fazer, a tua importância, você estar junto conosco no trabalho", afirmou o treinador no programa Boa Noite Fox.

O comandante afirma a ligação do atual presidente alvinegro foi fundamental para a decisão de voltar ao comando da maior equipe do país.

"Nesse momento eu falei que sou o técnico do Corinthians, foi antes do último jogo. Eu bati o telefone e liguei pra direção do Internacional e falei 'Eu não quero, não precisa aguardar até o último jogo, não façam nada'. Era um senso de lealdade de trabalho, de quem comanda, de saber que temos ideias parecidas de futebol. Quando se tem ideias parecidas é um passo muito próximo pra atingir os objetivos", explicou.

Tite não mudou de 2012 pra cá, quando fez do Timão o maior da mundo, mas sua temporada sabática de 2014, quando rodou o mundo atrás das novidades do futebol, trouxe grandes benefícios e amadurecimento para a nova equipe.

Com um início do ano surpreendente, e belas atuações, a equipe ainda em formação fez o torcedor se encher de expectativas.

"O analista ele consegue analisar desempenho conjuntamente com o resultado a sua grande maioria. Outros colocam só como sucesso ter resultados, então, nós termos saídos com um grande futebol no Campeonato Paulista e na fase de grupo da Libertadores, e não termos conquistado o título, gerou uma pressão maior e essa incerteza dos atletas que coincidiu com a saída de quatro atletas de qualidade. Baqueou sim, não começamos bem o Brasileiro, perdemos para o Grêmio lá e o jogo estava 2 a 0. Esse foi o momento que eu fui pra casa pensativo", comentou Tite.

Diante da situação difícil, o comandante do Timão revelou que foi aconselhado por sua esposa a pedir um posicionamento a direção do clube:

"Ela me leu, porque esse era um momento de instabilidade e só comentei que os atletas estavam me procurando para saber como vai ser e o que vai ser. Eu não tinha o responder para eles porque não era da minha alçada, eu também estava com essa insegurança", explicou.

Desconfortável com duas eliminações em sequência, o técnico revelou detalhes da conversa com os dirigentes do clube, que definiriam o futuro no Campeonato Brasileiro.

"O presidente foi fera, ele disse 'Tite, terminou a saída de atletas, eu não poderia permanecer do jeito que estava, não tinha dinheiro para pagar os jogadores que estavam aqui, e eu não quero virar o rosto para alguns que eu devo e ficar investindo em outros para ficar, a partir de agora ninguém sai e eu vou tentar honrar todos os compromissos que eu tenho com vocês.' A partir daquele momento o Roberto deu uma tranquilidade a mim e aos atletas que estavam lá. A partir dai a gente precisava retomar aquele futebol que a gente apresentou, esse momento foi o decisivo", desabafou.

Com as saídas de Sheik, Guerrero, Petros, Fábio Santos e Mendoza, Tite teve que trabalhar com as peças que permaneceram e aguardar o amadurecimento da equipe durante as 38 rodadas do campeonato. No fim da temporada, a equipe mostrou seu potencial de recuperação e sagrou-se campeã do Brasileirão.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes