Peça fundamental para o hexa, preparador do Timão revela detalhes de seu trabalho

Peça fundamental para o hexa, preparador do Timão revela detalhes de seu trabalho

Por Meu Timão

Fábio é o responsável pelo trabalho físico com os jogadores do Timão

Fábio é o responsável pelo trabalho físico com os jogadores do Timão

Foto: Agência Corinthians

Não foi só em tática e técnica que o Corinthians se destacou em 2015. A preparação física também foi um fator fundamental - desde a pré- temporada na Flórida Cup, até a reta final do Campeonato Brasileiro. O responsável pelo fôlego surpreendente do Timão na temporada tem nome: Fábio Mahseredjan.

Especialista não só em condicionamento físico, mas também em levantar taças, o preparador físico já é tetra pelo Timão. Em sua quarta passagem pela equipe do Parque São Jorge, Fábio estava presente nos brasileiros de 1999, 2005, 2011 e 2015 e não esconde a identificação com o clube.

Dentre as taças, porém, não há uma predileta. O discurso motivacional que utiliza com os atletas é o mesmo que adota nas entrevistas:

"Todas as marcas são importantes, mas não ganho nada sozinho, há uma equipe por trás. Tenho muitas conquistas aqui, isso me deixa envaidecido, mas isso não pode tomar conta da gente. Sabe qual o maior título da minha carreira? O próximo!", projetou o profissional em entrevista ao LANCE!.

Mahseredjan também avaliou sua participação na última conquista do clube alvinegro e exaltou o trabalho do técnico Tite durante o ano de trabalho.

"É difícil falar a participação em percentual. Acredito que ( o aspecto físico) é só mais um fator que colabora para o sucesso. Se tem um preparador que não se dá bem com o treinador e que sobrepõe carga de trabalho, é claro que não vai ter sucesso. Isso acaba intervindo diretamente no caminho do sucesso", afirmou. Fábio não deixou de explicar a relação e sua rotina com o comandante alvinegro: "No fim da semana a gente monta a programação da semana seguinte. Eu mostro para o Tite, para que ele execute o trabalho em cima disso, equacionamos juntos. Eu falo: “Vou fazer assim na terça, aí você encaixa o seu”. A palavra final é sempre dele. Uma vez um treinador me disse que se o time estivesse bem preparado fisicamente até o presidente poderia ser treinador. Eu respondi: “Então tem alguma coisa errada, vou ganhar o seu salário e você ganha o meu” (risos)", brincou.

Para seguir vencendo, o preparador, que também trabalha pela Seleção Brasileira, busca se aperfeiçoar constantemente por meio de cursos e leituras frequentes.

Veja Mais:

  • Carlinhos marcou o seu décimo gol na competição

    Corinthians atropela Juventus na semifinal da Copinha e busca pelo décimo título

    ver detalhes
  • Filipe recebeu a maior nota da Fiel após partida contra o Juventus

    Disputa de craque da partida fica dividida entre goleiro e meia-atacante do Corinthians

    ver detalhes
  • Brendon teria nascido em 1994 e não em 1997 como diz seus documentos

    Adversário do Corinthians na final da Copinha pode ser eliminado da competição

    ver detalhes
  • Drogba quer conversa com técnico e presidente antes de decisão

    Avaliando proposta, Drogba quer contato direto com técnico e presidente do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes