Com grupo tranquilo, atacante do Timão 'não quer o mesmo erro' na Libertadores

Com grupo tranquilo, atacante do Timão 'não quer o mesmo erro' na Libertadores

Por Meu Timão

Love quer cautela após eliminação na última edição da Libertadores

Love quer cautela após eliminação na última edição da Libertadores

Foto: Agência Corinthians

O Timão não está em um dos grupos dos mais complicados na Taça Libertadores de 2016, porém depois da eliminação inesperada para o então desconhecido Guaraní, do Paraguai, nas oitavas de final da última edição da competição sul-americana a cautela virou palavra de ordem entre jogadores, comissão técnica e dirigentes da equipe alvinegra.

Ao ser questionado sobre o grupo 8 da competição, o atacante do Corinthians, Vágner Love, mediu as palavras para descrever os adversários do próximo ano:

"Muitos vão falar que o grupo é fácil. Já tivemos uma eliminação na temporada passada por um clube menos conhecido. Agora vamos jogar com alguns com pouca expressão, mas temos que estar preparados e focados para não cometer o mesmo erro da última vez", afirmou o camisa 99 em entrevista com a FoxSports.

O clube do Parque São Jorge é o cabeça de chave do grupo e vai enfrentar Cerro Porteño, do Paraguai, Cobresal, do Chile, e o vencedor do confronto entre os bolivianos do Oriente Petrolero e os colombianos do Independiente Santa Fe.

Veja Mais:

  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes
  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Alessandro é homem de confiança do presidente corinthiano

    Diretor de futebol refuta saída de Alessandro do Corinthians: 'Picuinha'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes