Depois de declarações da Klar, Roberto de Andrade repensa presença da marca na camisa

Depois de declarações da Klar, Roberto de Andrade repensa presença da marca na camisa

Por Meu Timão

Para Roberto de Andrade, presidente da Klar foi irresponsável ao dar declarações sobre naming rights e reforços

Para Roberto de Andrade, presidente da Klar foi irresponsável ao dar declarações sobre naming rights e reforços

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, afirmou que planeja discutir a permanência da Klar no uniforme oficial do clube em 2016. O mandatário reprovou as recentes declarações do presidente da empresa de produtos de limpeza, Marcelo Prado, e avisou que irá repensar a vigência do vínculo de patrocínio.

“Eu o chamei de irresponsável, falar o que ele falou, ele fantasiou uma história e ainda disse que um jogador da Seleção não veio por causa de problemas familiares. Ele não sabe nada, ele é louco, não sei o quê que deu nele”, afirmou o dirigente durante participação no programa Boa Noite FOX.

No início de novembro, o representante máximo da Klar revelou que havia feito uma proposta para adquirir os naming rights da Arena Corinthians. O executivo também confirmou na época que tentara a contratação de um reforço de peso. “A única dica que posso dar é que a seleção dele esteve entre os quatro finalistas aqui no Brasil. E não é o Brasil”, disse à Rádio Transamérica.

Em resposta, Andrade lamentou a atitude de Prado e, mais uma vez, negou as informações. “Nós fizemos um patrocínio de pegar uma parte da camisa do Corinthians, nada mais do que isso. Aí ele se empolgou e começou a falar que ia colocar o nome no estádio do Corinthians, mas ele não vai pôr o nome em nada. Aliás, eu ainda vou ver se ele vai colocar na camisa do Corinthians.”

Após as promessas de Prado, a diretoria alvinegra emitiu uma nota oficial contradizendo a Klar. “Ele brinca com as coisas. Você tem que ter responsabilidade para falar do Corinthians, me fez ir na televisão, tive de desmentir tudo o que ele falou. Nós ficamos numa situação desconfortável, os torcedores cobram nas ruas”, completou o cartola corinthiano.

Veja Mais:

  • Fora dos planos do Timão, Cristian é alvo do Jorge Wilstermann

    'De canto' no Corinthians, dupla é procurada por clube boliviano que está na Libertadores

    ver detalhes
  • Corinthians e Chapecoense dividem liderança da atual edição da Série A

    Chapecoense vence e empata com Corinthians na liderança do Brasileirão; veja a tabela

    ver detalhes
  • Castán pertence á Roma, mas jogou a última temporada pelo Torino, também da Itália

    Com reunião agendada na Itália, pai de Castán não descarta retorno do zagueiro ao Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes