Dirigente italiano se diz desapontado com desempenho de promessa da base corinthiana

Dirigente italiano se diz desapontado com desempenho de promessa da base corinthiana

Por Meu Timão

Matheus Cassini não jogou pelo time profissional do Corinthians

Matheus Cassini não jogou pelo time profissional do Corinthians

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Negociado no meio do ano passado, o meia Matheus Cassini ainda não convenceu no futebol italiano. Revelado nas categorias de base do Timão, o atleta não chegou nem mesmo a estrear no time profissional do Corinthians - pouco após ser promovido, acabou aceitando a proposta do Palermo.

Porém, se no Brasil o jovem jogador lamentava a falta de oportunidade entre os titulares, tem desafios diferentes na Itália. Um deles, agradar o dirigente da equipe, que adquiriu o jogador por R$5 milhões (dos quais cerca de R$3,5 foram para os cofres corinthianos).

Durante esta semana, o atleta brasileiro precisou lidar com as críticas, feita pelo presidente Maurizio Zamparini durante entrevista ao site Mediagol. "Estou desapontado por Cassini. Eu estava esperando um desempenho melhor", declarou o cartola.

Sem nenhuma partida profissional pelo time europeu, o garoto pode acabar emprestado para outro clube. Uma das possibilidades para o meia seria, inclusive, um retorno ao Brasil. Desta vez para o Flamengo, que segundo a imprensa italiana teria interesse em trazer o jogador por empréstimo.

Veja Mais:

  • Gilberto estava no São Paulo e agora negocia com o Corinthians

    Gilberto explica recusa ao Corinthians no passado e pede chance à Fiel: 'Quero ser mais um louco'

    ver detalhes
  • Emerson Sheik é esperado no CT do Corinthians na parte da tarde

    Zagueiro vai ao CT do Corinthians; Sheik e Matheus Vital são esperados no período da tarde

    ver detalhes
  • Timãozinho encara o Avaí em busca da classificação às quartas da Copinha

    Confira como assistir ao vivo à partida decisiva do Corinthians na Copinha

    ver detalhes
  • Henrique Dourado ainda pode reforçar Corinthians em 2018

    'Caso Gilberto' e atrito político: por que Corinthians ainda pode contratar Henrique Dourado

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes