Depois de Cássio, time da turquia quer outra peça do setor defensivo do Timão

Depois de Cássio, time da turquia quer outra peça do setor defensivo do Timão

Por Meu Timão

57 mil visualizações 407 comentários Comunicar erro

Depois de Cássio, Felipe pode ir para a Turquia também

Depois de Cássio, Felipe pode ir para a Turquia também

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Depois de praticamente acertar o negócio com o goleiro Cássio, o Besiktas, da Turquia, está de olho em outro jogador do Corinthians. O alvo da vez é o zagueiro Felipe.

Segundo o colunista Gianluca Di Marzio, o jogador corinthiano é um dos objetivos da diretoria do time da Turquia. Felipe possui contrato com o Timão até 2018 e era um dos poucos jogadores titulares que ainda não tinham recebido proposta nesses últimos dias.

Caso a proposta oficial chegue nas mãos da diretoria, a comissão técnica pode ter um problema maior nas mãos. O zagueiro Gil, companheiro de Felipe, também possui oferta da China e pode deixar o time.

Por outro lado, a diretoria do Corinthians já se adiantou e já possui um reforço para a zaga alvinegra. O zagueiro Vilson, ex-Palmeiras e Chapecoense, já treinou no CT Joaquim Grava nesta quinta-feira e deve ser anunciado oficialmente nas próximas horas.

Veja Mais:

  • Maycon (à esq.) não fica após Copa; Rodriguinho e Jadson devem receber ofertas

    Andrés diz que Corinthians deve perder três titulares durante janela de transferências

    ver detalhes
  • Walmir e Carille batem papo durante treino; ambos deixam Corinthians rumo ao Al-Wehda

    'Pego de surpresa', braço-direito de Carille diz ter poucas informações sobre clube saudita

    ver detalhes
  • Balbuena foi capitão na última partida entre os dois times

    Corinthians defende bom retrospecto contra o Internacional neste domingo; veja números

    ver detalhes
  • Bicicleta de Bale inspira zoeira entre corinthianos na web: 'Parecia o Romero!'

    Bicicleta de Bale inspira zoeira entre corinthianos na web; confira melhores tweets

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes