Com novas contratações, Corinthians pode chegar a ter dez atletas da Elenko Sports

Com novas contratações, Corinthians pode chegar a ter dez atletas da Elenko Sports

Por Meu Timão

Malcom é um dos atletas da Elenko Sports

Malcom é um dos atletas da Elenko Sports

Foto: Agência Corinthians

Dono da Elenko Sports, Fernando Garcia é ex-conselheiro vitalício do Corinthians, assim como seu irmão Paulo Garcia. Com quase dez atletas no elenco atual do Timão, o empresário é muito conhecido no meio do futebol. O pai deles, Damião, foi presidente e investidor do Noroeste de Bauru.

O zagueiro Vilson, de 27 anos, que está próximo de fechar com o Timão seria o nono jogador da empresa na equipe. Até aqui, o grupo corinthiano tem o goleiro Walter, os laterais Uendel e Guilherme Arana, os meio-campistas Marlone e Matheus Pereira e os atacantes Malcom e Lucca - a lista ainda tem Léo Melo, da base corinthiana, e terá o centroavante André, o décimo nome, que já assinou pré-contrato e tenta liberação do Atlético-MG. Fora esses jogadores, os ex-corinthianos Jocinei e Petros também eram ligados a Elenko.

O problema encontrado nesse 'monopólio' é, que devido as dívidas com os empresários, o Corinthians perde muito nas negociações de atletas. Como no caso da promessa da base alvinegra, Matheus Pereira. O garoto, de 16 anos, tem 5% dos direitos econômicos ligados ao clube, os demais foram cedidos aos donos da Elenko em forma de pagamento.

Outro caso claro é o do atacante Malcom. Em vez de possuir 40% dos direitos, a família Garcia teria na verdade 70%, já que a porcentagem no nome do jogador seria destinada à empresa.

Quando exercia o cargo de conselheiro do clube, Fernando Garcia não deveria receber qualquer trabalho remunerado, mesmo como prestador de serviços autônomos ligados ao Corinthians. Por isso, o empresário vive em processo de investigação.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes