Novo goleiro do Corinthians fala sobre batalha contra o câncer

Novo goleiro do Corinthians fala sobre batalha contra o câncer

Por Meu Timão

Goleiro Douglas se apresentou na última quarta- feira no CT

Goleiro Douglas se apresentou na última quarta- feira no CT

Foto: Meu Timão

Contrato pelo Corinthians para a temporada de 2016, o goleiro Douglas Alan Schuck Friedrich se apresentou com o elenco alvinegro, na última quarta-feira, no CT Joaquim Grava. Revelado pelo Galo Maringá, do Paraná, o atleta tem passagens pelo futebol do Irã, pelo Ituano, Caxias, Bragantino e Capavariano - que vendeu 60% dos direitos do jogador ao Timão.

Porém, não é só debaixo das traves que o goleiro mostra superação ao chegar a uma grande equipe da Série A. O jogador venceu a batalha em que lutava pela vida, quando ainda morava em Candelária, a 190km de Porto Alegre.

Entre as temporadas de 2007 e 2008, ainda nas categorias de base do Galo Maringá, Douglas foi diagnosticado com câncer nos testículos. Após um dura cirurgia, o jogador ficou quase um ano afastado realizando tratamentos.

"Foram 10 meses parado do futebol, porque tive um tumor no testículo esquerdo. Ele sempre inflamava e minha família me mandou ver isso no urologista. Ele detectou o problema e fiz uma cirurgia de urgência lá em Maringá para retirar, teve que ser rápido para não passar para outros órgãos. Tive que fazer quimioterapia de cinco meses até me recuperar. Só no começo de 2008 eu voltei a ter uma rotina de atleta", revelou o arqueiro, em entrevista ao portal da ESPN.

Com as fortes sessões de quimioterapia, o reforço do Timão ficou esquálido e completamente careca. Hoje, curado, só encontra motivos para sorrir: "Tinha perdido muito peso e todo o cabelo, mas graças a Deus fui curado. Foi um período tremendo, minha perspectiva era zero, estava lutando pela vida. Claro que, como jovem, eu queria voltar ao futebol, mas primeiro ter uma vida normal. Foi uma experiência que marcou minha vida e me dá força até hoje", relata.

Em 2008, o jogador buscou forças e resolveu tentar retornar ao futebol. A chance para recomeçar a carreira veio bem longe de casa, no Irã.

"Cada dia eu dava uma melhorada, mas tinha que me cuidar muito, porque os remédios eram muito fortes e minha imunidade estava muito baixa. Voltei bem fisicamente e sem sequelas, e aí veio minha chance, quando fui emprestado para um time do Irã. Tinha feito um DVD bem humilde, que foi passando de mão em mão aá chegar a um empresário iraniano que mora em Londres. Ele gostou e me indicou. Foram seis meses de volta ao futebol até chegar lá", lembra.

Agora no Corinthians, o provável destino de Douglas, caso Cássio não deixe o Timão, é o empréstimo para a Chapecoense. Os termos dos contratos já estão definidos entre as diretorias e o goleiro pode retornar a qualquer momento, se pedido pelo Timão.

Veja Mais:

  • Facebook é a rede social com mais seguidores do Corinthians

    Principais redes sociais do Corinthians renderam R$ 1 milhão no último ano

    ver detalhes
  • Romarinho dá a cavadinha, encobre Orión e empata a primeira final na Bombonera

    Gol de Romarinho na Bombonera faz cinco anos: 'Marcado na minha vida e na história do Corinthians'

    ver detalhes
  • Jô é o artilheiro do Corinthians nessa fase invicta

    Corinthians completa 100 dias sem derrota; equipe de Carille tem a sexta maior série do clube

    ver detalhes
  • Timão ainda não perdeu na atual edição do Brasileirão

    Corinthians abre dez pontos de vantagem para rival que está no G4; veja a classificação

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes